Menu
2019-07-02T17:47:03-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Venda à vista?

SulAmérica sobe na bolsa depois de receber oferta da Allianz por seguro de automóveis

Com uma participação de mercado de 9,6% em prêmios emitidos e uma frota de pouco mais de 1,6 milhão de veículos, a SulAmérica é a quinta maior seguradora de automóveis do Brasil

2 de julho de 2019
11:47 - atualizado às 17:47
Automóveis
SulAmérica tem frota segurada de pouco mais de 1,6 milhão de automóveis Imagem: Shutterstock

As ações da seguradora SulAmérica (SULA11) sobem hoje na bolsa com a notícia de que a empresa negocia a venda de seu negócio de seguro de automóveis e ramos elementares para a alemã Allianz.

As units (recibos de ações) fecharam em alta de 2,48%, cotadas a R$ 38,50, mas chegaram a subir 6,15% na máxima do dia. Confira também nossa cobertura de mercados.

O negócio de seguro de automóveis gerou uma receita de R$ 697 milhões para a SulAmérica no primeiro trimestre deste ano, o equivalente a 13,3% do total. A empresa não informa por qual valor negocia a venda da unidade.

Em março, a frota segurada da companhia era de pouco mais de 1,6 milhão de automóveis. Com uma participação de mercado de 9,6% em prêmios emitidos, a SulAmérica é a quinta maior seguradora de automóveis do Brasil.

Já o negócio de ramos elementares é bem menor e representou apenas 0,9% das receitas da seguradora nos três primeiros meses deste ano.

A oferta da Allianz é indicativa e não vinculante. Ou seja, ainda não há um acordo fechado para a venda.

Caso o negócio se concretize, os negócios da SulAmérica ficarão concentrados nas áreas de saúde, odontologia, vida, previdência e gestão de ativos.

A empresa vem investindo nesses ramos e, em outubro passado, anunciou a aquisição da Prodent Assistência Odontológica, por R$ 145,7 milhões. Na área de investimentos, fechou em maio deste ano um aporte de R$ 100 milhões na corretora Órama.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

abertura dos negócios

Ibovespa abre em alta com bancos e Petrobras e bate 108 mil pontos; dólar tem queda firme

Investidores reagem com busca por ativos da renda variável em meio a uma menor percepção de risco político nos Estados Unidos e ao otimismo com vacina

no topo do ranking

Elon Musk ultrapassa Gates e se torna o segundo homem mais rico do mundo

Essa é apenas a segunda vez em oito anos que Gates perde posições no ranking

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

9 notícias para começar o dia bem informado

A discussão de que a bolsa americana está cara rola desde o ano passado, muito antes de alguém sonhar que o mundo viveria uma pandemia. Mesmo com o coronavírus e seu impacto na receita de várias empresas, o S&P 500, índice que reúne as 500 principais companhias listadas nas bolsas dos EUA, continuou a testar […]

A BOLSA É PARA TODOS

De outro mundo: Funerária quer fazer IPO na B3 em 2021

Com 57 anos, Grupo Cortel planeja abrir o capital na bolsa e utilizar recursos para a aquisição de empresas do setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies