Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-11-11T19:21:17-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Onde Bolsonaro encontra Dilma

11 de novembro de 2019
19:21
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Albert Einstein já dizia que é loucura repetir a mesma coisa esperando obter resultados diferentes. Pois o governo aposta em uma fórmula que já se mostrou equivocada no passado recente para tentar resolver um problema crônico do país: o desemprego.

A desoneração da folha de pagamento, medida que foi adotada no governo Dilma, é um dos pilares do "Programa Verde Amarelo", principal conjunto de iniciativas da gestão de Jair Bolsonaro para ampliar a oferta de postos de trabalho.

Enquanto Dilma escolheu setores que geram mais empregos como beneficiários, o programa de Bolsonaro vai atacar o desemprego na faixa etária mais carente: jovens de 18 a 29 anos.

Pelo que circulou em Brasília, a medida originalmente previa a redução de encargos na contratação de trabalhadores acima de 55 anos. Mas os mais experientes acabaram de fora da edição final da medida que será encaminhada pelo governo.

A julgar pelo passado recente, estou bastante cético com a eficácia da medida. Mas vale lembrar que, na gestão Dilma, a desoneração da folha veio em um momento em que a economia já estava bastante desordenada em meio à profusão de incentivos fiscais.

Seja qual for o resultado, qualquer iniciativa que traga algum alento aos 12,5 milhões de brasileiros que estão em busca de trabalho é bem vinda.

Para mostrar a importância do tema, o anúncio das medidas contou com a presença do próprio Jair Bolsonaro. O Eduardo Campos foi ao Palácio do Planalto e traz os principais detalhes do novo plano de geração de empregos para você.

Tá caro e cheio de gente

Uma das missões de vida que nós assumimos no Seu Dinheiro é fazer você investir melhor. Então imagine como ficamos aqui na redação quando a Julia Wiltgen veio com essa notícia: quase 2 milhões de cotistas investem em fundos DI que hoje têm uma rentabilidade abaixo da inflação. O levantamento foi feito pela gestora de investimentos digital Magnetis. Na prática, isso significa que tem muita gente em fundo caro e perdendo dinheiro. Se você por acaso está entre eles, saiba o que fazer nesta matéria que a Julia escreveu.

Preso ou solto?

Tanto faz. Na sexta-feira os investidores entraram em um verdadeiro espiral de preocupações com a soltura do ex-presidente Lula. Mas, passado o olho do furacão, a realidade parece mostrar um cenário muito mais tranquilo para os mercados. Um dos que acreditam nesse impacto bem menor do que o desenhado é o cientista político e sócio da Arko Advice, Lucas de Aragão. O Edu Campos bateu um papo com ele para descobrir detalhes e justificativas para essa visão política, e todos eles você confere nesta matéria.

Um dia após o outro

No fim de semana e até a manhã de hoje, quando dei uma olhada nos principais jornais para me atualizar das novidades da política, economia e (por que não?) do futebol, percebi que a segunda-feira seria difícil. E não só pela derrota do meu São Paulo. Da incerteza com o cenário político no Brasil à renúncia de Evo Morales na Bolívia, teve de tudo. Com tanta coisa acontecendo não deu outra: a bolsa abriu em forte queda logo na abertura. Mas ao longo do dia os ânimos foram se acalmando. Confira na nossa cobertura de mercados o que fez o Ibovespa se recuperar e fechar na máxima do dia.

Gosto ruim

Sabe aquela sensação horrível de colocar uma bolacha (biscoito?) na boca e ela estar murcha, como se tivesse passado vários dias fora do pacote? Foi mais ou menos essa sensação que os acionistas da M. Dias Branco tiveram ao abrir o balanço da fabricante de alimentos, dona de marcas como Adria e Piraquê. Os resultados mais uma vez decepcionaram, a começar pela queda de mais de 40% no lucro, e se refletiram nas cotações das ações, que acumulam uma queda de 17% neste ano. O Victor Aguiar traz as principais reações aos números e o que esperar para o futuro da empresa.

Crescimento não é tudo

Para terminar, lanço uma pergunta: você investiria em um banco com a perspectiva de crescer a taxas de mais de 30% ao ano e que pode alcançar a marca de 12 milhões de clientes em 2022? Pois o Goldman Sachs recomenda que você fique longe dessas ações. Nas contas dos analistas, os papéis estão caros e não refletem as dificuldades que o banco terá em transformar todo esse crescimento em resultados para os acionistas. Confira nesta matéria da Bruna Furlani que banco é esse e o que está por trás da recomendação de venda.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

O melhor do seu dinheiro

Alguém chame os bombeiros

Hoje tivemos mais um dia de grande volatilidade nos mercados brasileiros, que entraram em parafuso com o temor de que o teto de gastos poderia vir a ser furado. Os investidores aguardam com grande ansiedade a votação da PEC Emergencial, aquela que permitirá o retorno do auxílio emergencial. E rumores de que ela seria desidratada […]

FECHAMENTO

Em dia de alta volatilidade, Lira salva Ibovespa de um fiasco e segura o dólar em R$ 5,66

A volatilidade reinou absoluta nesta quarta-feira (03) e mais uma vez Brasília foi responsável por movimentar os negócios no Brasil. Lá fora, o dia foi de cautela com a alta dos juros futuros

Luz no fim do túnel?

Ministério da Saúde avança em negociações com laboratórios para comprar vacinas

A declaração do MS foi dada pelo titular da pasta, Eduardo Pazuello, em reunião com a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Crypto News

Bitcoin para leigos e descrentes também

Descrever algo tão complexo como o Bitcoin exige repertório, dedicação e um pouco de sedução de quem apresenta.

Ruim, mas nem tanto?

“É um dos países que menos caíram no mundo”, afirma Bolsonaro, sobre queda de 4% no PIB

Para Bolsonaro a queda do PIB só não foi maior devido a movimentação da economia gerada pelo auxílio emergencial.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies