Menu
2021-02-08T17:37:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novas parcelas

Bolsonaro deve se reunir com presidente da Câmara para discutir novo auxílio emergencial

O auxílio começou com R$ 600, foi para R$ 300 e as discussões querem a volta dele, mas com parcelas de R$ 200

8 de fevereiro de 2021
12:48 - atualizado às 17:37
50905096237_b42896b84f_c
(Brasília - DF, 03/02/2021) Presidente da República, Jair Bolsonaro durante coletiva de imprensa com Rodrigo Pacheco, Presidente do Senado Federal; e Arthur Lira, Presidente da Câmara dos Deputados. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (8) que está discutindo novas parcelas para o auxílio emergencial. Ele afirmou que o benefício tem um “limite”, mas que está em conversas com os presidentes da Câmara e do Senado por meio de sua equipe econômica.

As últimas parcelas do auxílio foram pagas em dezembro do ano passado para 64 milhões de pessoas. Entretanto, o ministro da Economia Paulo Guedes disse que a nova rodada do benefício será restrita a metade desse contingente. 

Parcelas menores

A equipe econômica considera “mais viável” o pagamento no valor de R$ 200 para a parcela da população que já recebe o Bolsa Família e os que estão na fila de espera do benefício social. 

Em conversa com apoiadores, ele voltou a criticar as medidas de fechamento dos estabelecimentos durante a pandemia. Segundo o presidente, a economia está se recuperando. “A economia já está cambaleando, saindo do sufoco. Aquela política do ‘fique em casa, a economia a gente vê depois’, muita gente perdeu o emprego. Perdeu o ganha pão dele. Não interessa se tinha carteira ou não tinha”, afirmou.

“O auxílio emergencial tem um limite. Já se fala em possíveis novas parcelas do auxílio emergencial”, disse. Ele citou o aumento dos produtos da cesta básica. “Agora outra coisa também é complicado, os produtos da cesta básica, em especial os alimentos mais essenciais, arroz, óleo de soja, subiram em média 20%. Então o povo está empobrecendo, perdendo seu poder de compra”, afirma.

Conversa com Lira entre hoje e amanhã

Para Bolsonaro, a busca por uma alternativa para a situação da população não é responsabilidade apenas do presidente. Entre hoje e amanhã, ele deve se reunir com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) para discutir novas parcelas do auxílio. 

“Devemos procurar uma solução para isso. Não passa apenas pelo presidente da República. Hoje conversei por telefone com o novo presidente da Câmara e devemos nos encontrar nas próximas horas, no máximo, amanhã ele quer resolver também. Agora, são soluções que não são fáceis de resolver”, afirma Bolsonaro.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

IR 2021

Quer saber quando vai receber sua restituição de IR? Confira o calendário de 2021

Restituição do imposto de renda será, mais uma vez, paga em cinco lotes, entre maio e setembro. Veja o calendário válido para 2021

Vendas no Varejo

Varejo cresce 3%, ativado pelo setor de construção e supermercados

Conforme os dados da Fecomércio, o setor da construção registrou, ao final de 2020, crescimento de 18,7% no faturamento, fechando o ano em R$ 67,6 bilhões

expandindo a produção

PetroRio aumenta participação em campo no pré-sal e ações sobem mais de 4%

Empresa passa a deter 64,3% da concessão, que tem potencial para produzir mais de 140 milhões de barris de óleo

no geral, foi bom

MRV fecha 2020 com recorde de vendas, mas lucro cai 20,3%

Pandemia prejudica desempenho no primeiro semestre e empresa sente efeito do aumento dos custos com materiais nas margens

Melhora da economia

Desemprego nos EUA cai e número de postos de trabalho vem acima do esperado pelo mercado

Ambos os dados de emprego vieram melhores do que o esperado pelo mercado, o que deve pressionar os títulos norte-americanos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies