Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-23T14:23:17-03:00
Estadão Conteúdo
O dia após a Previdência

Reformas tributária e administrativa têm de caminhar lado a lado, diz Mourão

Vice-presidente afirmou que o Jair Bolsonaro definirá a data para envio das medidas ao Congresso

23 de outubro de 2019
14:23
Hamilton Mourão
Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, disse nesta quarta-feira, 23, que o ideal seria as reformas tributária e administrativa tramitarem simultaneamente no Congresso.

"Sempre penso no melhor dos mundos. Acho que as duas têm de caminhar lado a lado. Até porque elas são complementares", declarou.

Mourão afirmou que o presidente Jair Bolsonaro definirá a data para envio das medidas ao Congresso. "E o Congresso pode ter outra visão", comentou.

O presidente em exercício disse que a reforma administrativa é importante "para dar uma enxugada no Estado". Sobre a tributária, disse que "pagamos um terço do PIB em imposto" e que "estaríamos mais satisfeitos se tivéssemos estradas alemãs, escolas suíças e hospitais britânicos, mas infelizmente não temos".

Viagem ao Peru

Mourão disse que o Peru, para onde viaja na tarde desta quarta e retorna na sexta-feira, 25, à noite, tem interesse em comprar cascos de dois submarinos do Brasil que estão fora de uso. "(A venda) depende de quanto vai pagar", disse o presidente em exercício.

Na terça, 22, o comandante da Marinha, Ilques Barbosa, afirmou que Chile e Argentina também têm interesse em comprar os submarinos brasileiros.

Mourão disse que terá reunião em Lima com empresários peruanos, com as Forças Armadas e com o presidente do Martín Vizcarra. Segundo ele, o encontro com Vizcarra será de cortesia.

Embaixada nos EUA

Mourão disse que o diplomata Nestor Forster tem "todas as credenciais" para virar embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Na terça-feira, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) desistiu de sua indicação ao cargo para atuar como líder do PSL na Câmara.

Protestos

Mourão afirmou não ter as informações que teriam levado Bolsonaro a pedir atenção do Ministério da Defesa sobre avanço ao Brasil da onda de protestos na América Latina. "Não tenho informações que o presidente da República tem para ele já ter enviado essa ordem de alerta ao Ministério da Defesa", disse o general.

Mourão afirmou que a lei antiterrorismo brasileira "ainda é um pouco branda", mas que qualquer alteração na regra tem de ser discutida. "Não tem imposição unilateral", disse.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O melhor do seu dinheiro

O que mexe com seu dinheiro: investimentos com a nova Selic, adversário do Bitcoin e outras notícias

É muito comum que nós, jornalistas que cobrimos economia em geral, façamos em algum momento uma espécie de “plantão tira dúvidas” sobre o assunto para amigos e familiares. No caso das taxas de juros, o maior interesse está nas questões mais práticas, ou seja, como essa tal de Selic vai mexer diretamente nos nossos bolsos. […]

Oportunidade

Raízen (RAIZ4) está barata e pode subir 75% após o IPO; entenda os motivos

Gigante do ramo de biocombustíveis estreia na bolsa no dia 5 de agosto e pode se multiplicar exponencialmente diante de três frentes de negócio que a empresa está expandindo

Coluna do jojo

Mercados hoje: resultado da Petrobras e pós-Copom — qual será o digestivo necessário?

Dando sequência à temporada de resultados, teremos mais nomes no Brasil e lá fora. O destaque, porém, fica para a Petrobras, que brilhou ontem (4) na divulgação de seus resultados, surpreendendo com lucro 68% maior que a mediana das estimativas

Escalada dos juros

Credit Suisse já fala em Selic a 8,25% no fim de 2021

Os economistas Solange Srour e Lucas Vilela esperam que o BC promova mais três altas consecutivas de 1 ponto percentual nos juros nas próximas reuniões

Aprovação do vice

Reforma Tributária: vice-presidente defende cobrança de impostos sobre dividendos

Para Hamilton Mourão a tributação sobre lucros e dividendos tornaria o sistema tributário brasileiro mais justo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies