Menu
2019-04-09T14:52:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Discussão só na semana que vem

Sessão de hoje na CCJ da Câmara será apenas para a leitura do parecer da reforma da Previdência

Presidente do colegiado, Felipe Francischini (PSL-PR) informou que a discussão sobre a matéria acontecerá na semana que vem

9 de abril de 2019
14:38 - atualizado às 14:52
Felipe Francischini, presidente da CCJ
Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), anunciou no início da tarde desta terça-feira, 9, que a sessão do colegiado no período da tarde será apenas para a leitura do parecer do relator da reforma da Previdência, Marcelo Freitas (PSL-MG). A discussão sobre a matéria acontecerá na semana que vem.

Francischini encerrou a lista de inscrição para discursos dos deputados e disse que manterá a ordem para a próxima reunião, intercalando um a favor e um contra a reforma.

De acordo com ele, essa decisão foi tomada porque deputados do Rio de Janeiro e alguns de São Paulo não estão conseguindo chegar a Brasília por causa de fortes chuvas que atingem as regiões.

Na reunião desta terça, deputados da base governista apresentarão um requerimento para que a leitura do parecer seja feita no início da reunião. A oposição, por sua vez, deverá apresentar requerimentos para adiar a análise da proposta.

Há um acordo que pode ser fechado entre as duas partes para que a oposição não peça para que a proposta seja retirada de pauta desde que a base não decida por encerrar a discussão antes mesmo dela acontecer.

O deputado disse ainda que houve uma organização melhor dos integrantes da base governista nesta terça-feira para garantir a participação de quem é favorável à reforma.

Arrumando a casa

Também nesta terça-feira, a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que a base governista na Câmara precisou se reorganizar para garantir uma participação mais efetiva na reunião que analisará a reforma da Previdência na CCJ.

Sem querer dizer quantos votos a proposta pode ter no colegiado, ela disse apenas ter certeza de que será aprovada.

"A gente mudou a estratégia até porque vimos que na semana passada a oposição se articulou. A gente tem que levar em consideração que a oposição tem deputados que estão aqui há muito tempo nesta Casa", comentou a deputada.

Questionada sobre se o erro de estratégia dos governistas na audiência pública que ouviu o ministro da Economia, Paulo Guedes, prejudicou a defesa da reforma, Joice negou. "Paulo Guedes deu um show, foi um leão na semana passada", disse.

Segundo a deputada, a reunião desta terça-feira será mais tranquila porque terá apenas a apresentação do relatório de Freitas. "Vai ser jogo jogado", afirmou.

Para Joice, a sessão da semana que vem que discutirá o parecer e poderá votá-lo é que deve esquentar. Ainda assim, ela acredita que não deverá haver maiores problemas.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

entrevista

‘Investidor externo tem dúvidas sobre avanço das reformas’, diz Beker, do Bank of America

Chefe de Economia e Estratégia para o País do banco contou que o sentimento deve-se à percepção de que o País está combinando três crises ao mesmo tempo: de saúde, com o coronavírus, política e fiscal

efeito coronavírus

EUA antecipam em dois dias restrição de viagens do Brasil

Alegação inicial era de que as restrições ajudariam a garantir que estrangeiros não levem infecções adicionais para os EUA

diante da crise

Senado aprova projeto que proíbe corte de água e luz nos fins de semana

Empresa que quiser cortar o fornecimento deverá comunicar o consumidor informando o dia e o horário em que isso ocorrerá

caçador de assimetrias

O Gato de Schrödinger e o pulo do gato morto: as altas recentes são sinais de compra?

Estaríamos diante de uma alta limitada dentro de um mercado de baixa ou seria algum sinal de o mundo mudou completamente e o que costumava fazer sentido agora não importa mais?

Entrevista exclusiva

O presidente da Mastercard diz como você vai pagar suas compras após a pandemia

Além do aumento do uso de meios eletrônicos nas compras, João Pedro Paro Neto aposta na consolidação dos pagamentos por aproximação e menor uso do dinheiro de papel

Novos dados

Brasil tem 374.898 casos confirmados e 23.473 óbitos de covid-19

Até o momento, 153.833 pacientes estão recuperados da covid-19

seu dinheiro na sua noite

Descompressão geral

Caro leitor, Hoje foi dia de alívio geral nos mercados brasileiros, em continuidade ao movimento iniciado no mercado futuro na última sexta-feira, após a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril. O entendimento do mercado é de que não havia fatos novos no vídeo que pudessem trazer mais preocupações à governabilidade, e […]

Olho no balanço

Magazine Luiza tem lucro líquido de R$ 30,8 milhões no 1T, em queda de 77%

Empresa estima que as lojas físicas deixaram de vender cerca de R$ 500 milhões nos últimos dias de março com o fechamento pelas medidas de isolamento social

Concessões rodoviárias

Ministro volta a afastar prorrogação de rodovias perto de fim da concessão

Aumentar o prazo de concessão é uma das formas de o governo reequilibrar contratos que foram afetados pela pandemia do novo coronavírus

Mudança de foco

Após 3 anos, CPFL deixa mercado de geração distribuída solar residencial

Grupo, controlado pela estatal chinesa State Grid, optou por focar os seus esforços no mercado de GD solar para grandes consumidores por meio da CPFL Soluções

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements