Menu
2019-04-09T14:52:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Discussão só na semana que vem

Sessão de hoje na CCJ da Câmara será apenas para a leitura do parecer da reforma da Previdência

Presidente do colegiado, Felipe Francischini (PSL-PR) informou que a discussão sobre a matéria acontecerá na semana que vem

9 de abril de 2019
14:38 - atualizado às 14:52
Felipe Francischini, presidente da CCJ
Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Felipe Francischini (PSL-PR), anunciou no início da tarde desta terça-feira, 9, que a sessão do colegiado no período da tarde será apenas para a leitura do parecer do relator da reforma da Previdência, Marcelo Freitas (PSL-MG). A discussão sobre a matéria acontecerá na semana que vem.

Francischini encerrou a lista de inscrição para discursos dos deputados e disse que manterá a ordem para a próxima reunião, intercalando um a favor e um contra a reforma.

De acordo com ele, essa decisão foi tomada porque deputados do Rio de Janeiro e alguns de São Paulo não estão conseguindo chegar a Brasília por causa de fortes chuvas que atingem as regiões.

Na reunião desta terça, deputados da base governista apresentarão um requerimento para que a leitura do parecer seja feita no início da reunião. A oposição, por sua vez, deverá apresentar requerimentos para adiar a análise da proposta.

Há um acordo que pode ser fechado entre as duas partes para que a oposição não peça para que a proposta seja retirada de pauta desde que a base não decida por encerrar a discussão antes mesmo dela acontecer.

O deputado disse ainda que houve uma organização melhor dos integrantes da base governista nesta terça-feira para garantir a participação de quem é favorável à reforma.

Arrumando a casa

Também nesta terça-feira, a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que a base governista na Câmara precisou se reorganizar para garantir uma participação mais efetiva na reunião que analisará a reforma da Previdência na CCJ.

Sem querer dizer quantos votos a proposta pode ter no colegiado, ela disse apenas ter certeza de que será aprovada.

"A gente mudou a estratégia até porque vimos que na semana passada a oposição se articulou. A gente tem que levar em consideração que a oposição tem deputados que estão aqui há muito tempo nesta Casa", comentou a deputada.

Questionada sobre se o erro de estratégia dos governistas na audiência pública que ouviu o ministro da Economia, Paulo Guedes, prejudicou a defesa da reforma, Joice negou. "Paulo Guedes deu um show, foi um leão na semana passada", disse.

Segundo a deputada, a reunião desta terça-feira será mais tranquila porque terá apenas a apresentação do relatório de Freitas. "Vai ser jogo jogado", afirmou.

Para Joice, a sessão da semana que vem que discutirá o parecer e poderá votá-lo é que deve esquentar. Ainda assim, ela acredita que não deverá haver maiores problemas.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

fim do dia

Tudo para cima: Ibovespa fecha em alta com vacina de Oxford eficaz, enquanto risco fiscal pressiona dólar e juros

Principal índice da B3 fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro e acumula ganhos de 14% em novembro. Paralisia com reformas e crescente dívida pública instiga alta de dólar e juros

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

privatizações na agenda

Guedes diz que é preciso privatizar os Correios ‘antes que o ativo se deteriore’

Ministro classificou como importante a rede de entregas da estatal; ele justificou demora em desestatizações e reiterou que auxílio emergencial acaba no final do ano

Tudo normal?

Maioria das empresas está otimista para vendas na Black Friday, diz Boa Vista

Cerca de 66% das empresas acreditam que as vendas da Black Friday em 2020 serão iguais ou superiores às de 2019.

DINHEIRO NO BOLSO

BB Investimentos muda carteira de dividendos após resultados do 3º trimestre

Analistas avaliam que retomada da economia fomenta a expectativa de melhores resultados, resultando no maior pagamento de proventos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies