Menu
2019-10-14T14:11:15-03:00
Mudanças no radar?

Relator da reforma está disposto a retirar pontos da proposta, diz governador

Samuel Moreira teria pedido mais tempo, porém, para analisar as mudanças pedidas pelos governadores

11 de junho de 2019
16:30 - atualizado às 14:11
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara - Imagem: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), disse nesta terça-feira, 11, que o relator da proposta de reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), demonstrou disposição em retirar pontos da proposta do governo a pedido dos governadores.

"Tivemos avanços na reunião de hoje, conseguimos retirar o bode da sala. Pela primeira vez houve a disposição firme de se retirar do relatório as alterações nas regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC), as mudanças para aposentadorias rurais, o sistema de capitalização e a desconstitucionalização de parâmetros da Previdência", afirmou, após reunião do Fórum dos Governadores.

Moreira teria pedido mais tempo, porém, para analisar as mudanças pedidas pelos governadores sobre a idade de aposentadoria de professores, policiais, militares e bombeiros.

"Para termos idades menores, é preciso ter alíquotas de contribuição maiores, de 14% para quem é servidor e o dobro para quem é patrão, no caso de alguns Estados", ponderou Dias.

Segundo ele, a posição do PT é para que seja encontrada uma saída sustentável para a Previdência. "Há a necessidade agora de termos uma redação que permita aumentar a quantidade de votos pela aprovação da reforma", completou.

O governador defendeu ainda que sejam usadas outras receitas para cobrir o déficit da Previdência, como a arrecadação do setor de petróleo e gás e até mesmo do Imposto de Renda. Essas alternativas, porém, não estão em discussão na reforma.

'Válvula de escape' para governadores

Segundo o governador Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal, durante o encontro de governadores mas foi sugerida uma "válvula de escape" para que governadores possam encaminhar para as suas Assembleias Legislativas regras diferentes para policiais militares e bombeiros, ou mesmo manterem suas regras atuais para as categorias.

Para ele, não adianta fazer uma reforma que não tenha efeito sobre a Previdência dos Estados. "As condicionantes colocadas pelos governadores são muito importantes para manter benefícios para quem mais precisa e para manter a recuperação fiscal necessária", afirmou.

O relator deve levar as sugestões dos governadores aos líderes na Câmara dos Deputados, em reunião marcada para esta quarta-feira, 12. "Dependemos agora que o relator converse com deputados e apresente seu parecer para avaliarmos o nosso apoio, estamos na fase do diálogo", completou.

Ibaneis disse ainda ser possível que o MDB feche questão pela aprovação da reforma da Previdência, desde que os pontos apresentados sejam atendidos por Moreira. "O relator chegou na reunião dizendo que veio para estabelecer o consenso", concluiu.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

crise do setor aéreo

CVC aumenta estimativa com erro contábil e projeta perdas de R$ 660 milhões com pandemia

Operadora de viagens havia adiado a divulgação dos resultados do quarto trimestre de 2019; ainda sem balanço, empresa revelou os primeiros impactos da crise do coronavírus

esquenta dos mercados

Após ganhos recentes, incertezas com covid-19 e economia voltam a pesar nos mercados

Com avanço do coronavírus nos EUA e dados mais fracos na Europa, expectativa por recuperação em V dá lugar à cautela

crise no setor

Azul inicia demissões e sindicato afirma que já são mais de mil em todo o País

Empresa informa estar buscando soluções para enfrentar a crise decorrente da pandemia da covid-19

disputa em meio à crise

Acordo com Gol acirra disputa entre sócios da Smiles

Segundo sócios do Carpena Advogados, as operações de compra antecipada de passagens “não estão sendo realizadas pelo interesse da companhia, mas da sua controladora”

caçador de assimetrias

Admirável semestre novo: riscos e oportunidades para a segunda metade do ano

Devemos parar, respirar fundo e observar o panorama de risco, antes de refletir sobre uma suposta alocação ideal. Sobre os risco, eu poderia enumerá-los; veja neste texto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements