Menu
2019-04-04T14:11:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Projeto passando intacto

Relator da reforma da Previdência diz que BPC e aposentadoria rural serão mantidos em relatório da CCJ

Marcelo Freitas defendeu que qualquer iniciativa para subtrair as propostas da reforma seja levada para a comissão especial

2 de abril de 2019
18:58 - atualizado às 14:11
Deputado Marcelo Freitas (PSL/MG)
Deputado Marcelo Freitas (PSL/MG) - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Marcelo Freitas (PSL-MG), afirmou nesta terça-feira, 2, que as mudanças propostas pelo governo no benefício assistencial para a baixa renda (BPC) e na aposentadoria rural serão mantidas no texto, segundo seu parecer. Ele disse que pretende se manifestar sobre o tema, mas que qualquer iniciativa para subtrair as propostas da reforma precisará ser levada a cabo na comissão especial.

Freitas participou nesta terça de reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e a bancada do PSL.

E por falar em Guedes...

Freitas também comentou que o ministro deve continuar o trabalho de aproximação com o Congresso Nacional em prol das articulações pela reforma.

"A ideia do ministro é acabar com esse distanciamento que ainda pode existir (após rusgas). O País não pode ficar parado aguardando o andamento da reforma", disse após reunião da bancada do PSL com Guedes na sede da pasta.

Vale lembrar que o ministro tem tomado a dianteira nas conversas com os parlamentares após as rusgas entre o Palácio do Planalto e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Perguntado se Guedes deveria dar o exemplo aos demais ministros da Esplanada em termos de diálogo com o Congresso, Freitas defendeu as conversas entre Executivo e Legislativo.

"A ideia é aproximar o parlamento do Ministério da Economia, mas eu não tenho dúvida de que todo o governo federal vai buscar dialogar mais com o Parlamento, a fim de encontrar a melhor forma possível de a reforma ser votada e aprovada", disse.

O relator da reforma na CCJ também rechaçou qualquer rusga do PSL com Guedes. Na semana passada, o ministro disse no Senado que adiou à ida à CCJ na Câmara, primeira parada da reforma, porque o haviam advertido sobre o risco de "tomar tiro nas costas" de deputados que deveriam ser aliados do governo.

Freitas disse ainda que o diálogo do PSL com o presidente Jair Bolsonaro sempre foi "muito fluido", uma indicação de que a bancada também está sintonizada com as pautas do Palácio do Planalto. "A pauta econômica é prioridade neste momento", afirmou. Segundo ele, o ministro não conversou sobre reforma tributária justamente para não atrapalhar a tramitação da Previdência.

Ele reafirmou a intenção de apresentar o relatório da reforma "o mais rápido possível", no mais tardar no dia 9 de abril. Sobre a proposta dos militares, que foi criticada pelo líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), ele afirmou que o Congresso é soberano e que saberá tratar as peculiaridades da carreira.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Mercado secundário

Conselho do BNDESPar aprova regras para venda de Units da Copel

O BNDESPar possui participação de 24% na Copel, e no final do ano passado, já havia anunciado sua intenção de se desfazer dos ativos

cardápio de balanços

Via, Suzano, Eletrobras, Equatorial, MRV, Eneva, Locaweb, BRF, Natura e Hapvida: os balanços que mexem com o mercado nesta quinta

Veja abaixo os principais resultados, divulgados entre a noite desta quarta-feira e a manhã desta quinta

Fim de uma história de amor?

Elon Musk anuncia que Tesla suspendeu compras com bitcoins e volta a falar de dogecoin

O bilionário levantou a questão ambiental para deixar as transações com a criptomoeda de lado

IR 2021

Imposto de Renda: Quem pode deduzir honorários advocatícios?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro.

Ivan Sant'Anna

O novo superciclo das commodities já é uma realidade. Como você pode ganhar dinheiro com ele

Nas últimas décadas, tivemos três grandes bull markets de commodities. Agora, os astros estão se alinhando para um novo superciclo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies