Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-27T17:50:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Vai ficando mais distante

Onyx prega “muita calma e muita paciência” sobre reforma da Previdência

Ao ver sua base fragilizada, o ministro também reforçou o discurso de que não vê como derrota a aprovação PEC que engessa Orçamento federal

27 de março de 2019
17:49 - atualizado às 17:50
onyx-lorenzoni
Onyx Lorenzoni - Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil

Após aparecer de surpresa na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta quarta-feira, 27, que é preciso ter "muita calma e muita paciência" nas tratativas pela reforma da Previdência. Ele repetiu o mantra dos últimos dias quando perguntado sobre se o governo estava criando oposição que não existe, como acusou mais cedo o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Onyx apareceu na CAE onde o ministro da Economia, Paulo Guedes, falava sobre Lei Kandir, Pacto Federativo e reforma da Previdência.

O ministro da Casa Civil voltou a rechaçar o selo de "derrota" na votação de terça na Câmara dos Deputados, que aprovou a jato em dois turnos uma PEC que engessa ainda mais o Orçamento.

"Ontem foi passo importante da Câmara, não foi derrota. No mundo todo, quem define o Orçamento é o Parlamento", disse Onyx Lorenzoni. "Claro que não (foi derrota), governo vê com muita tranquilidade", acrescentou, antes de chegar à liderança do governo no Senado, onde vai se reunir com parlamentares.

Derrota, que derrota?

Diante de um governo fragilizado, Onyx reforçou o discurso de que não vê como derrota a aprovação de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que engessa parcela maior do Orçamento e torna obrigatório o pagamento de despesas hoje passíveis de adiamento. "Ninguém no governo está vendo derrota nenhuma. É uma vitória e a reafirmação da autonomia do parlamento", minimizou o ministro.

Ele também disse que conversou com o presidente Jair Bolsonaro na manhã desta quarta-feira, 27, e sinalizou que ele possui o mesmo entendimento. Segundo Onyx, "quanto mais o orçamento puder ser compartilhado, melhor".

O ministro da Casa Civil destacou ainda que o Poder Executivo "só pode respeitar" a votação na Câmara e que "não vai interferir" na apreciação da matéria no Senado.

Sobre qual será o papel de parlamentares no governo, Onyx disse que o governo Bolsonaro constituiu os cargos de primeiro e segundo escalão com "total independência", e agora vai cuidar das questões na esfera estadual.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

roxinho com mais crédito

Nubank promete aumentar limite em cartão de crédito de 35 milhões de clientes

Segundo a companhia, até o final de 2021, 10 milhões de clientes serão impactados pela novidade do cartão; três milhões em agosto

A vida depois da pandemia?

Ações da Multiplan sobem 5% após balanço que mostra recuperação dos shoppings

Resultados mostram avanço nas vendas e nas receitas de aluguel, à medida que a vacinação avança e os shoppings reabrem

Balanço sólido

Lucro líquido da Mastercard dispara 46% e vai a US$ 2 bilhões no segundo trimestre; resultado superou previsões dos analistas

O resultado foi impulsionado, segundo o CEO da empresa, pela contínua recuperação dos gastos domésticos e internacionais

De olho no futuro

Lucro e receita acima do esperado, mas ação em baixa. O que acontece com a Ambev?

Como de costume, mercado toma decisões baseado nas projeções, e segundo analistas, custos de produção e margens ainda preocupam

Estreia do dia

Brisanet estreia na bolsa em queda de mais de 4% após IPO no piso da faixa indicativa

A empresa desembarca na bolsa brasileira após uma oferta bilionária que levantou R$ 1,4 bilhão, com os papéis no piso da faixa indicativa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies