Menu
2019-10-14T14:11:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Pelos dois turnos

Marinho diz que é possível aprovar a reforma da Previdência no plenário da Câmara já na semana que vem

Para que o projeto passe ao Senado, é necessário que haja votos suficientes para a aprovação em dois turnos

4 de julho de 2019
17:22 - atualizado às 14:11
Rogério Marinho, secretário Especial de Previdência e Trabalho
O secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Apesar dos imbróglios envolvendo a Previdência de categorias da segurança pública, o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse na tarde desta quinta-feira, 4, que é possível aprovar a reforma da Previdência na próxima semana no plenário da Câmara.

Para isso é necessário que haja votos suficientes para a aprovação em dois turnos. "Dá tempo de votar no plenário na semana que vem", disse.

Marinho disse que desde a manhã está sendo feito um trabalho para que todos os destaques apresentados na comissão sejam derrubados e, desta forma, se mantenha o texto apresentado pelo relator. "Esperamos que os que tenham propostas diferentes que façam democraticamente", disse.

Marinho afirmou que a reforma passou a ser uma pauta do País. Questionado se o apoio do presidente Jair Bolsonaro a mudanças para uma determinada categoria não atrapalhava o trabalho da equipe econômica, ele disse que ele tem ajudado, mas que o "presidente tem direito a ter sua opinião".

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

parece que vai

Caixa Seguridade segue adiante com plano de IPO

Caixa protocola pedido para realizar oferta secundária de seu braço de seguros e previdência e listar ações no Novo Mercado

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

A inflação nos EUA vai afetar os seus investimentos. Veja por que e o que fazer

Como o Fed, assumiu uma postura permissiva em relação à inflação, os investidores começam a temer uma elevação da taxa de juros antes do esperado

O melhor do seu dinheiro

O preço do diesel e o cobertor curto

Na briga do presidente Jair Bolsonaro para tentar baixar o preço dos combustíveis e do gás de cozinha no país, não foi só a Petrobras que apanhou. Pode ser que sobre também para os bancos. E na bolsa, as ações das instituições financeiras já sofreram um bocado nesta segunda-feira por causa disso. Tudo ia bem […]

FECHAMENTO

Brasília força Ibovespa a pisar no freio e bolsa quase zera ganhos após avançar mais de 2%; dólar fica estável

No exterior, as bolsas tiveram dias de ganho expressivo, com os mercados repercutindo de forma positiva a aprovação do pacote de estímulos americano e uma nova opção de vacina

Proposta na mesa

Aumento de tributação aos bancos está sendo discutido para compensar a desoneração do diesel

A lógica proposta seria da CSLL subir para compor a compensação dos tributos com o intuito de zerar a tributação do diesel e do gás de cozinha, tendo um custo total de quase R$ 3,6 bilhões.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies