Menu
2019-06-21T19:04:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Tudo pelo teto de gastos

FMI diz que ajuste fiscal depende de idade mínima e redução de benefícios de servidores

Fundo afirma que uma reforma robusta e medidas adicionais na área fiscal são necessárias para colocar a dívida pública em trajetória sustentável

24 de maio de 2019
18:55 - atualizado às 19:04
FMI
FMI - Imagem: Shutterstock

O Fundo Monetário Internacional (FMI) apontou, em documento sobre as condições econômicas do Brasil, que a reforma da Previdência é essencial para o País cumprir o teto de gastos federais a partir de 2020.

"A ambiciosa proposta de reforma em consideração no Congresso estabilizará os gastos com pensões na próxima década e tornará o sistema mais equitativo", apontou o FMI.

"Para entregar os necessários ajustes fiscais, o Congresso deve preservar o sugerido aumento da idade de aposentadoria e redução de elevados benefícios, particularmente de funcionários do serviço público."

O FMI também aponta que uma reforma robusta da Previdência e medidas adicionais na área fiscal são necessárias para colocar a dívida pública em trajetória sustentável, o que elevará a confiança de investidores.

O Fundo ressalta que é bem-vinda a agenda de reformas do governo, que também inclui privatizações, abertura comercial e redução da intervenção do Estado no mercado de crédito. Estas reformas são essenciais para reforçar o potencial do crescimento do País.

O FMI também destaca que a política monetária adotada pelo Banco Central apoia apropriadamente o nível de atividade.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Lista de projetos

Novos shoppings de luxo da JHSF vão operar no estilo da loja Harrods

Companhia tira do papel o Cidade Jardim Shops, que terá cerca de 60 lojas na região dos Jardins, e planeja outro de 130 lojas no Itaim Bibi

Aí não!

Episódios contra a liberdade de imprensa podem afastar investidores, alerta Maia

Presidente da Câmara se pronunciou sobre a ofensa do presidente Bolsonaro à jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo

No aguardo

Secretário diz que modelo para privatização da Eletrobras está sendo elaborado

Proposta estaria sendo “remodelada” para se adequar às demandas dos senadores

Planos sob risco

AGU alerta para riscos de derrubada de decreto que facilita venda de ativos da Petrobras

Editado no governo Temer, o decreto permite à Petrobras vender, por exemplo, blocos de petróleo sem licitação

Novidade tecnológica

Banco Central lança o PIX, meio de pagamento que será mais prático que TED, DOC e boleto

Instituições financeiras e de pagamento com mais de 500 mil contas serão obrigadas a oferecer a opção

Nova alta

Petrobras anuncia aumento de 3% no preço médio da gasolina

Com o reajuste, o litro da gasolina subiu em média R$ 0,0512

Martelo batido

Cade aprova negócio da Brink’s, mas proíbe empresa de fazer aquisições por 3 anos

Conselho proibiu que a empresa adquira novas companhias de transporte de valores por três anos em todo o País

Fica como está

Cade rejeita recurso do MPF e mantém aprovação da compra da Embraer pela Boeing

Relator do processo entendeu que a lei não permite que o MPF recorra em casos de atos de concentração já aprovados

Puxando para baixo

FMI prevê economia global com recuperação frágil e dominada por riscos baixistas

Informação faz parte de um relatório produzido pela entidade para a reunião dos líderes das economias do G-20, marcada para esta semana

Aos números

Lucro da Caixa aumenta 20,6% em 2019 e chega a R$ 14,7 bilhões

Ano do banco foi marcado por uma agenda de vendas de ativos e devolução de recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements