Menu
2019-04-09T15:50:32-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ou vai tudo ou não vai

Deputado do PSL apresenta requerimento para votação da reforma da Previdência sem fatiamento

Pedido do Coronel Armando é um “plano B” e uma espécie de vacina, caso a oposição peça o desmembramento da proposta

9 de abril de 2019
15:50
Deputado Coronel Armando (PSL-SC)
Deputado Coronel Armando (PSL-SC) - Imagem: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

Primeiro a chegar à fila da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o deputado Coronel Armando (PSL-SC) protocolou um requerimento para evitar o fatiamento da reforma da Previdência.

O pedido é um "plano B" e uma espécie de vacina, caso a oposição peça o desmembramento da proposta.

Como o deputado governista foi o primeiro apresentar o requerimento, esse pedido tem uma preferência sobre os demais.

Coronel Armando já apresentou outro requerimento para a inversão de pauta, o que antecipa a leitura do parecer. A oposição, por sua vez, deve apresentar requerimentos para adiar a análise da proposta.

Há um acordo que pode ser fechado entre as duas partes para que a oposição não peça para que a proposta seja retirada de pauta desde que a base não decida por encerrar a discussão antes mesmo de ela acontecer. O vice-líder do governo, deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), disse que as discussões devem se estender até o número de inscritos chegar ao fim.

Hoje, já se inscreveram 19 deputados, cerca de metade deles favoráveis à reforma. O presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), anunciou mais cedo que a sessão do colegiado nesta tarde será apenas para a leitura do parecer do relator da reforma da Previdência, Marcelo Freitas (PSL-MG). A discussão sobre a matéria acontecerá na semana que vem. A ideia é convocar a sessão da CCJ na segunda-feira para iniciar as discussões.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies