Menu
2019-06-06T13:12:07-03:00
Estadão Conteúdo
mais um indicador

Indústria gerou R$ 1,2 tri de valor da transformação industrial em 2017, diz IBGE

Resultado foi consequência de um valor bruto da produção de R$ 2,7 trilhões, menos os custos de R$ 1,5 trilhão das operações industriais

6 de junho de 2019
13:12
indústria-brasileira
Indústria brasileira - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

A indústria brasileira gerou R$ 1,2 trilhão de valor da transformação industrial em 2017. O resultado foi consequência de um valor bruto da produção de R$ 2,7 trilhões, menos os custos de R$ 1,5 trilhão das operações industriais. Os dados são da Pesquisa Industrial Anual (PIA) - Empresa, divulgados nesta quinta-feira, 6, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A indústria de transformação foi responsável por 91,3% da riqueza gerada pelo segmento industrial em 2017. O País tinha 318,3 mil empresas industriais ativas com pelo menos uma pessoa ocupada, que empregaram 7,7 milhões de trabalhadores e pagaram R$ 300,4 bilhões em remunerações.

Em 2017, a indústria brasileira registrou faturamento bruto total de R$ 3,9 trilhões, sendo 82,5% relativo à receita bruta da venda de produtos e serviços industriais. Em 10 anos, houve queda de 1,8 ponto porcentual na participação dessa modalidade de receita, puxada pela indústria de transformação.

Por outro lado, as receitas oriundas de atividades não industriais - como revenda de mercadorias, prestação de serviços não industriais e transporte - aumentaram sua participação de 6,6% em 2008 para 9,5% em 2017, tornando-se a segunda maior fonte de faturamento. Já a fatia das receitas geradas por atividades não produtivas - como arrendamento e aluguéis, receitas financeiras, variações monetárias ativas, resultados positivos de participações societárias e outras receitas operacionais - caiu 1,1 ponto porcentual em uma década.

"Isso pode sinalizar um crescimento da diversificação da atividade industrial e uma interação maior com as demais atividades econômicas, especialmente nas indústrias de transformação", apontou o IBGE, em relatório.

A receita líquida de vendas industriais foi de R$ 3,0 trilhões no ano de 2017. O resultado significa, em termos reais, uma redução de 7,7% em relação a 2014, período pré-crise. A perda foi mais intensa nas indústrias extrativas (-16,9%) do que nas indústrias de transformação (-7,4%).

Salários e empregos

Entre 2014 e 2017, os salários reais da Indústria caíram em média 14,7%. A queda foi maior nas indústrias extrativas (-31,2%) do que nas indústrias de transformação (-13,9%). As empresas industriais fecharam cerca de 12,5% dos postos de trabalho no período, o equivalente a 1,104 milhão de trabalhadores a menos.

Diesel

Segundo a pesquisa do IBGE, o óleo diesel manteve a liderança como principal produto industrial do País em 2017. O combustível somou R$ 63,7 bilhões em valor de venda, o equivalente a 2,8% do total vendido pela indústria no ano. No entanto, o resultado significa uma perda de cerca de 14% em relação ao ano anterior. O óleo diesel tinha rendido mais em 2016, R$ 74,4 bilhões.

Em 2017, os demais produtos industriais com maior valor de vendas foram óleos brutos de petróleo (com 2,6% de participação no total vendido pela indústria), minério de ferro (com uma fatia de 2,6%) e automóveis entre 1.500 e 3.000 cm3 (com participação de 2,1%).

Num universo com cerca de 3.400 produtos, esses quatro principais itens fabricados pela indústria brasileira concentraram 10,1% do total das vendas do setor, que totalizaram R$ 2,3 trilhões em 2017.

Os cem produtos industriais mais importantes do País foram responsáveis por 53% das vendas industriais. Na Região Norte, quase um terço das vendas foram obtidas com apenas três produtos: minério de ferro, televisões e aparelhos de telefone celular.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

prévias

Eztec tem queda de 48% nas vendas no quarto trimestre

Lançamentos da empresa atingiram R$ 380,8 milhões, chegando a R$ 1,150 bilhão no ano – 85% a mais do que no terceiro trimestre

seu dinheiro na sua noite

2 milhões de mortos, 2 trilhões em estímulos e uma queda de mais de 2%

Se a primeira semana de 2021 nos mercados refletiu o otimismo geral com o novo ano que se iniciava, com perspectivas de vacinação contra o coronavírus e recuperação econômica, na segunda semana do ano, os investidores optaram pela cautela. Por ora, 2020, o ano do qual todos queríamos nos livrar, ainda não ficou para trás. […]

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

pandemia

Itamaraty confirma que Índia atrasará entrega de vacinas

Chanceler indiano atribuiu o atraso na liberação a “problemas logísticos” decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação no país de mais de 1,3 bilhão de habitantes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies