Menu
2019-05-28T10:46:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Café com o presidente

“Pacto pelo Brasil” para a retomada do crescimento será assinado pelos três poderes em junho

Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil, declarou que o pacto com um conjunto de metas e ações será idealizado em comum acordo entre os Poderes

28 de maio de 2019
10:43 - atualizado às 10:46
Jair Bolsonaro, Dias Toffoli, Onyx Lorenzoni, Rodrigo Maia
Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante café da manhã com Dias Toffoli, Presidente do STFl; Davi Alcolumbre, Presidente do Senado; Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados e ministros. - Imagem: Marcos Corrêa/PR/ Agência Brasil

Com o objetivo de promover uma reaproximação entre os poderes e fechar um "pacto pelo Brasil", os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli se reuniram no Palácio da Alvorada nesta terça-feira (28) para um café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro.

Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil, também esteve presente no encontro e declarou que os presidentes dos três poderes assinarão um pacto com um conjunto de metas e ações possivelmente na semana do dia 10 de junho.

O ministro não deu maiores detalhes sobre o texto, mas segundo ele, o pacto será idealizado em comum acordo entre os Poderes. O texto-base, feito pelo presidente da Suprema Corte Dias Toffoli, foi apresentado hoje durante o encontro e contou com o apoio de todos os presentes.

Toffoli já havia expressado o seu desejo de realizar um pacto entre os Poderes. Em entrevista ao Broadcast Político em outubro do ano passado, o presidente da suprema corte disse  querer garantir a realização de reformas capazes de recuperar o quadro econômico brasileiro.

Para Onyx, o encontro estabelece a continuidade do diálogo e da harmonia após os recentes conflitos entre os poderes. Segundo o ministro, os encontros periódicos devem se repetir com o objetivo de manter um canal aberto de diálogo. "A reunião de hoje foi a continuidade de processo de diálogo que o presidente já tinha iniciado. Brasil precisa ter harmonia e entendimento entre todos os Poderes", completou.

Previdência

Sobre a reforma da Previdência, Lorenzoni relembrou a necessidade de se reformar o sistema previdenciário brasileiro. "Brasil está desequilibrado fiscalmente e tem um déficit fiscal de R$ 50 bilhões por ano, que tem origem só na Previdência. Claro que isso fez parte da conversa, estão todos preocupados. Todos querem construir um caminho, como a gente diz, que possa passar o portal do equilíbrio fiscal e aí, ir para o caminho da prosperidade que é o que todos nós desejamos".

Também estiveram presentes os ministro da Economia, Paulo Guedes, e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno.

"Reunião excelente"

O ministro da Economia Paulo Guedes também expressou a sua visão do encontro. Guedes negou que as manifestações do último domingo (26) tenham deteriorado ainda mais o relacionamento entre Executivo, Judiciário e Legislativo e declarou que não há nenhum antagonismo entre os Poderes.

Guedes também aproveitou para declarar que o governo segue confiante na aprovação da reforma da Previdência pelo Congresso.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

MERCADOS HOJE

Ibovespa abre o dia em alta, em busca da terceira sessão de recuperação; dólar sobe

De olho em Brasília, os investidores repercutem a ampliação da agenda de privatizações e a PEC Emergencial, que parece ter empacado no Senado

Exile on Wall Street

Nado em água doce, sonhando com o mar

O rio corre para o mar. Em toda sua sabedoria interiorana, os filósofos João Mineiro e Marciano entendiam que essa é a frase que, com apenas seis palavras delineadas, resume a vida. “Você pode até não gostar, mas o rio corre para o mar…”. Se me permitem, se ainda dá tempo, eu adicionaria apenas duas […]

acordo conveniente

BR Distribuidora e Lojas Americanas fecham parceria em lojas de conveniência

Empresas vão formar uma nova empresa para explorar negócio de lojas dentro e fora dos postos de combustíveis

PEC emergencial

Receita Federal pode ficar sem recursos com desvinculação de gastos da PEC emergencial, dizem auditores

O gasto mínimo com saúde, educação e administração tributária é um dos pontos que encontra resistência no Congresso

O melhor do Seu Dinheiro

O futuro dos fundos imobiliários e uma estreia no Seu Dinheiro

Em janeiro do ano passado, a redação do Seu Dinheiro havia acabado de deixar o “coworking” onde ficou praticamente desde a estreia do site para alugar um espaço em um prédio comercial. Mas nem deu tempo de curtir o “sonho da sala própria”. Com a pandemia da covid-19, dois meses depois já estávamos todos em […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies