Menu
2019-07-05T17:46:25-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: onde investir no 2º semestre de 2019

Seu Dinheiro traz o cenário esperado para bolsa, renda fixa, imóveis, fundos imobiliários, criptomoedas e câmbio

5 de julho de 2019
17:46
Podcast

O Touros e Ursos, podcast semanal do Seu Dinheiro, está de volta e, além dos altos e baixos da semana, traz as dicas infalíveis para você investir bem no segundo semestre. Tudo isso comentado por Marina Gazzoni, Vinícius Pinheiro, Julia Wiltgen e Eduardo Campos.

Confira os temas da semana:

  • Reforma da Previdência passa na Comissão Especial da Câmara
  • Seu Dinheiro lança guia de onde investir no 2º semestre de 2019

Gostou? Então dá o play e ouça de graça.

Não tem Spotify? Acesse o link alternativo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Renovação do Conselho

Comitê interno da Petrobras desaprova dois nomes indicados ao Conselho

Indicados foram considerados inaptos pelo Comitê de Pessoas por terem atuado em empresas com relação direta com a estatal nos últimos três anos

ESTRADA DO FUTURO

A equação do e-commerce: onde estamos investindo quando o assunto é varejo

O varejo é grande demais para exista um tipo de “vencedor leva tudo”. Na geração de demanda é a mesma coisa. Todos estão crescendo como derivada de uma tendência maior, que é o desenvolvimento do e-commerce

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies