⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-02T17:37:22-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Aperta o play!

Ibovespa vs. S&P 500: quem ganha na ‘eleição’ das bolsas?

No podcast Touros e Ursos desta semana, recebemos Matheus Spiess, analista da Empiricus e colunista do Seu Dinheiro, para comentar sobre o que esperar para as bolsas brasileiras e americanas daqui para frente

3 de setembro de 2022
8:30 - atualizado às 17:37
Touros e Ursos CAPA Farol Ibovespa Ibov Wall Street Onda
O Ibovespa vai conseguir descolar de Wall Street, agora que a Selic deve parar de subir? Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A bolsa brasileira tem passado por fortes altos e baixos neste ano, e não tanto por causa das eleições. O clima externo tem falado mais alto, para o bem e para o mal. Mas, no mês de agosto, um fator local contribuiu para deixar o clima por aqui positivo.

A perspectiva de que a alta da taxa Selic tenha chegado ao fim, enquanto os juros dos países desenvolvidos estão apenas começando a subir para conter a inflação, contribuiu para animar o Ibovespa.

Somado ao rali visto nas bolsas americanas na primeira metade de agosto, esse fator levou o principal índice da B3 a fechar o mês em alta de mais de 6%, virando o jogo no ano.

Se até o fim de julho o Ibovespa acumulava perdas em 2022, agora o indicador acumula retorno positivo em quase 5%.

Acontece que o discurso mais duro contra a inflação do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no encontro de Jackson Hole, desanimou novamente as bolsas americanas perto do fim do mês, o que também contaminou o mercado por aqui.

Além disso, agora estamos a um mês das eleições presidenciais, um evento que tende a aumentar a volatilidade da bolsa local, especialmente nos anos com disputas mais polarizadas e incertas.

Ibovespa vai descolar do S&P 500?

Então, o que esperar daqui para frente para as ações brasileiras e americanas? O clima lá fora vai azedar de vez daqui para frente? Se sim, vai ser capaz de arrastar junto a bolsa por aqui? Ou nada vai estragar o bom humor de ver a Selic finalmente parar de subir?

A disputa entre Ibovespa e S&P 500 e qual das bolsas deve sair vitoriosa dessa “eleição” - se a americana ou a brasileira - foi o tema do podcast Touros e Ursos desta semana, que contou com a participação especial do analista da Empiricus e colunista do Seu Dinheiro, Matheus Spiess.

Para ouvir a visão dele sobre o que esperar para as bolsas daqui para frente, além das escolhas de touro e urso da semana, basta clicar no tocador abaixo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEXTOU COM O RUY

A ação da 3R Petroleum (RRRP3) disparou mais de 20% em uma semana. E pode ser apenas o começo

7 de outubro de 2022 - 6:09

Apesar dos maiores riscos, o potencial de valorização das ações da 3R Petroleum (RRRP3) também é enorme com a expectativa de demanda forte pelo petróleo por mais algumas décadas

A FORÇA DO VENTO

Copel (CPLE6) desembolsa R$ 1,8 bilhão por complexos eólicos no Rio Grande do Norte; veja detalhes

6 de outubro de 2022 - 19:49

A companhia destaca que os dois complexos estão um região que é considerada como “uma das melhores do mundo para a geração de energia de fonte eólica”

ELEIÇÕES 2022

Lula cede espaço para Bolsonaro no Nordeste e perde 9 pontos, segundo pesquisa Genial/Quaest

6 de outubro de 2022 - 19:25

O petista ainda segue liderando as intenções de voto na região onde sempre foi líder absoluto nas pesquisas, mas avanço do rival é um movimento significativo

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa emplaca mais uma alta, a disparada da Mobly (MBLY3) e o Nobel de Literatura; confira os destaques do dia

6 de outubro de 2022 - 18:51

Ao longo desta semana, o Ibovespa e os principais índices de Wall Street estão seguindo caminhos distintos.  Enquanto na B3 a alta do petróleo e a repercussão positiva do primeiro turno das eleições seguem levando a bolsa a patamares cada vez mais próximos dos 120 mil pontos, Nova York continua de olho na inflação e […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa pega carona com o petróleo mais uma vez e vai na contramão de NY; dólar também avança

6 de outubro de 2022 - 18:35

Embora o dólar tenha acompanhado a tensão internacional, o Ibovespa voltou a ir na contramão de Nova York com a ajuda do petróleo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies