IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2019-05-29T08:04:43-03:00
Estadão Conteúdo
Xii...

Sete meses após abrir 3º turno, Toyota demite 340 em Sorocaba

Para reduzir custos, a empresa também propôs corte de benefícios para os trabalhadores de Sorocaba e das outras fábricas em São Bernardo do Campo, Indaiatuba e Porto Feliz, todas em São Paulo

29 de maio de 2019
8:04
Toyota
Imagem: Shutterstock

Sete meses após abrir o terceiro turno de trabalho na fábrica de Sorocaba (SP), a Toyota anuncia que vai cortar 340 postos de trabalho na unidade que produz os modelos Etios e Yaris. O principal motivo é a queda das exportações para a Argentina, problema que também afeta outras montadoras do País.

O corte equivale a quase metade das 740 vagas criadas para o terceiro turno, em outubro. A Toyota diz que será aberto um programa de demissão voluntária. Se as adesões não atingirem a meta, parte desse pessoal (que tem contrato temporário) será demitida. A fábrica emprega 2,8 mil funcionários. Com o terceiro turno, a capacidade produtiva foi ampliada de 108 mil para 160 mil veículos. Neste ano, até abril, foram produzidas 50 mil unidades, das quais quase 30% foram exportadas, a maioria para a Argentina, que reduziu pedidos em razão da crise.

Para reduzir custos, a Toyota também propôs corte de benefícios para os trabalhadores de Sorocaba e das outras fábricas em São Bernardo do Campo, Indaiatuba e Porto Feliz, todas em São Paulo. Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba, Leandro Soares, entre as medidas está a suspensão de aumento real de salários até 2021.

Pela proposta, neste ano não haverá repasse da inflação. Em 2020, seria aplicado 50% da inflação e, no ano seguinte, 100%. "Além disso, a empresa quer reduzir participação nos lucros e coparticipação dos trabalhadores no plano de saúde", diz Soares. "Os trabalhadores entendem a situação da empresa, mas não podem abrir mão de salários e ao mesmo tempo arcar com custos extras."

O anúncio de cortes ocorre num período em que a Toyota avalia aderir ao programa estadual IncentivAuto para ter direito a desconto de ICMS em novo investimento. Entre as exigências do programa está a criação de ao menos 400 vagas. Também em razão da queda do mercado argentino, a Volkswagen anunciou férias coletivas em São Bernardo e em Taubaté e a Nissan adiou plano de um terceiro turno em Resende (RJ).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

LOTERIAS

Lotofácil tem 4 ganhadores, sendo 2 em uma mesma lotérica (de novo)

31 de janeiro de 2023 - 5:51

Enquanto a Lotofácil segue fazendo a alegria dos apostadores, Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada

DIA 30

“Vocês fizeram falta, caro Lula” — a conversa com Olaf Scholz, o ministro alemão, que teve até recado duro para a China

30 de janeiro de 2023 - 20:26

Mercosul, OCDE e guerra na Ucrânia estiveram na pauta do encontro, mas teve um assunto que arrancou aplausos da plateia formada pela delegação da Alemanha: o meio ambiente

NÃO VAI VOLTAR?

Bolsonaro entra com pedido de visto de turista nos EUA — veja quanto tempo ele pode ficar por lá

30 de janeiro de 2023 - 19:05

O pedido foi apresentado na sexta-feira (27), de acordo com o Financial Times. O visto diplomático que ele usou para entrar no país em 30 de dezembro vence hoje.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Agenda cheia prejudica Ibovespa e CVC (CVCB3) tomba mais de 14% — o que derrubou a cotação da empresa de turismo?

30 de janeiro de 2023 - 18:46

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta segunda-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

SEM DEMISSÕES À VISTA

Futuro incerto da Americanas não impactou (ainda) os funcionários da varejista — mas sindicatos estão seguem atentos

30 de janeiro de 2023 - 18:05

A companhia afirmou que, neste momento, a companhia está focada na manutenção das operações e não prevê demissões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies