Menu
2019-09-30T15:20:01-03:00
Estadão Conteúdo
E por falar em taxas...

TJLP do quarto trimestre de 2019 é de 5,57% ao ano, diz Banco Central

Desde abril de 2018, a TJLP passou a ser calculada de forma automática levando-se em conta a meta para a inflação e o prêmio de risco no rendimento das NTN-Bs

30 de setembro de 2019
15:20
Notas de dinheiro
Imagem: Shutterstock

A Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) que vai vigorar no quarto trimestre de 2019 é de 5,57%. O valor foi divulgado pelo Banco Central através do sistema BC Correio e vale de 1º de outubro a 31 de dezembro de 2019.

Desde abril de 2018, a TJLP passou a ser calculada de forma automática levando-se em conta dois componentes: a meta para a inflação e o prêmio de risco observado na média de rendimento dos últimos seis meses das Notas do Tesouro Nacional - Série B (NTN-B) com prazo de três anos. Na regra antiga, a TJLP era decidida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

A TJLP continua sendo usada em créditos de longo prazo concedidos antes da criação da Taxa de Longo Prazo (TLP). A nova referência passou a vigorar em janeiro de 2018 e também usa como parâmetro as taxas praticadas nas NTN-B. A TLP se igualará integralmente à taxa praticada no papel do Tesouro em cinco anos.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Dinheiro no bolso

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 333 milhões em JCP do 4T20

Dessa forma serão pagos no dia 30 de dezembro e terão como base a posição acionária do dia 11 de dezembro de 2020

seu dinheiro na sua noite

Maradona e o rali da bolsa

O baixinho Maradona passa por dois marcadores, toca para o companheiro e depois corre para disputar a bola na área. Ele dá um salto e, de alguma forma, consegue subir mais que o goleiro inglês Peter Shilton para empurrar (literalmente) a bola para as redes. O lance do antológico gol de mão do craque argentino […]

fechamento dos mercados

Ibovespa desacelera com queda de Petrobras, mas fecha acima de 110 mil com Itaú e Vale e sobe 4% na semana

Bolsas americanas fecham para cima, renovando máximas históricas, em sessão mais curta; por aqui, ações de Petrobras reduziram alta perto do fim da sessão, eventualmente virando e fechando em queda, tirando índice acionário local da proximidade do pico intradiário

Urgente

Guilherme Boulos é diagnosticado com Covid-19

As agendas de campanha foram todas suspensas, e a coordenação da campanha vai propor à TV Globo que o último debate, previsto para hoje, seja feito de forma virtual.

Novidade no mercado

CMN: corretora de título e valor mobiliários pode prestar serviço de pagamento

Com isso, as SCTVM e SDTVM deverão optar entre a manutenção das atuais contas de registro ou a utilização de contas de pagamento.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies