Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-09-25T13:32:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olho no crédito

Taxa de juro no crédito livre chega a 37,9% em agosto, diz Banco Central

Destaque ficou com o cheque especial, cuja taxa passou de 318,7% ao ano para 306,9% ao ano de julho para agosto

25 de setembro de 2019
13:32
Dinheiro na carteira
Imagem: Shutterstock

A taxa média de juros no crédito livre caiu de 38,0% ao ano em julho para 37,9% ao ano em agosto, informou nesta quarta-feira, 25, o Banco Central.

Em agosto de 2018, essa taxa estava no mesmo patamar, de 37,9% ao ano. Para pessoa física, a taxa média de juros no crédito livre passou de 52,2% para 52,1% ao ano de julho para agosto, enquanto para pessoa jurídica foi de 19,1% para 18,9% ao ano.

Entre as principais linhas de crédito livre para a pessoa física, destaque para o cheque especial, cuja taxa passou de 318,7% ao ano para 306,9% ao ano de julho para agosto. No crédito pessoal, a taxa passou de 43,9% para 43,1% ao ano.
Desde julho do ano passado, os bancos estão oferecendo um parcelamento para dívidas no cheque especial. A opção vale para débitos superiores a R$ 200.

A expectativa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) era de que essa migração do cheque especial para linhas mais baratas acelerasse a tendência de queda do juro cobrado ao consumidor. Em junho de 2018, antes do início da nova dinâmica, a taxa do cheque especial estava em 304,9% ao ano.

Os dados divulgados nesta quarta-feira pelo Banco Central mostraram ainda que, para aquisição de veículos, os juros foram de 20,3% ao ano em julho para 20,1% em agosto.

A taxa média de juros no crédito total, que inclui operações livres e direcionadas (com recursos da poupança e do BNDES), foi de 25,0% ao ano em julho para 25,1% ao ano em agosto. Em agosto de 2018, estava em 24,3%.

Spread

O spread bancário médio no crédito livre se manteve estável em 31,6 pontos porcentuais em agosto ante julho, enquanto o spread médio da pessoa física no crédito livre foi de 45,7 pontos porcentuais para 45,6 pontos porcentuais no período. Para pessoa jurídica, o spread médio caiu de 13,0 para 12,8 pontos porcentuais.

Já o médio do crédito direcionado, ao contrário, subiu de 4,0 pontos porcentuais para 4,5 pontos porcentuais na passagem de julho para agosto. O spread médio no crédito total (livre e direcionado) foi de 19,7 pontos porcentuais para 19,8 pontos porcentuais no período.

Endividamento

O endividamento das famílias brasileiras com o sistema financeiro ficou em 44,5% em julho, ante 44,3% em junho, informou o BC. Se forem descontadas as dívidas imobiliárias, o endividamento ficou em 25,7% em julho, ante 25,6% em junho.

O cálculo do BC leva em conta o total das dívidas dividido pela renda no período de 12 meses. Além disso, incorpora os dados da Pesquisa Nacional de Amostragem Domiciliar (Pnad) contínua e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), ambas do IBGE.

Segundo o BC, o comprometimento de renda das famílias com o Sistema Financeiro Nacional (SFN) atingiu 20,6% em julho, ante 20,5% em junho. Descontados os empréstimos imobiliários, o comprometimento da renda ficou em 18,3% em julho, ante 18,2% em junho.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

O melhor do seu dinheiro

Um investimento raiz na bolsa, balanços a todo vapor e outras notícias que mexem com seu dinheiro hoje

A onda de polarização na sociedade não vem de hoje, mas ela já foi mais bem humorada. Houve um tempo não muito distante em que o mundo se dividia em dois grupos bem distintos: o “raiz” e o “nutella”. As expressões que viraram meme na internet comparavam a forma como as pessoas faziam as coisas […]

Índice geral de preços

IGP-M avança 0,78% em julho e acumula alta de 33,83% em 12 meses

O resultado é influenciado principalmente pelos efeitos sazonais, exportações e alta no Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA)

Esquenta dos Mercados

PIB e inflação dos EUA devem movimentar o dia enquanto temporada de balanços avança e anima mercados

E mais: China acalma medo regulatório dos investidores e bolsas da Ásia sobem, animando os índices pelo mundo

Contrato assinado

Petrobras assina contrato para venda da Gaspetro

O valor da venda é de R$ 2,03 bilhões, assinado com a empresa Compass Gás e Energia S.A.; o fechamento da transação está sujeito a aprovação pelo Cade

Estrada disputada

TCU aprova plano de concessão da Dutra e dá aval à isenção de pedágio para motos

Atualmente a rodovia é administrada pela CCR, mas contrato, que já foi prorrogado, se encerra no começo do próximo ano, e haverá um novo leilão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies