2019-05-03T12:48:09-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Ela não

Bolsonaro: Não queremos outra Venezuela no continente

Presidente disse que preocupação deve se voltar para a Argentina e para quem poderá voltar a comandar o país

3 de maio de 2019
12:48
Bolsonaro Itamaraty
Presidente Jair Bolsonaro e chanceler Ernesto Araújo na Cerimônia de Formatura da Turma do Instituto Rio Branco - Imagem: Marcos Corrêa/PR

Em cerimônia de formatura no Itamaraty, o presidente Jair Bolsonaro pediu atenção à “querida, estimada e necessária imprensa” para dizer que além da Venezuela, nossa preocupação deve se voltar à Argentina e para quem poderá voltar a comandar aquele país.

“Não queremos e o mundo também não quer outra Venezuela mais ao Sul do continente”, disse, em referência à possibilidade de Cristina Kirchner voltar à presidência.

Na quinta-feira, em live no “Facebook”, Bolsonaro já tinha tocado no assunto, dizendo pedir a Deus para que a eleição de Kirchner não aconteça.

A eleição na Argentina acontecerá em outubro e o atual presidente, Mauricio Macri, enfrenta uma grave crise econômica. Também na live de ontem Bolsonaro disse que se Macri não está indo bem, “paciência, vai lutar para melhorar. O que não pode é a volta da Cristina Kirchner”.

Ainda segundo Bolsonaro, ninguém vai se envolver em questões fora do país, “mas tenho preocupação de que volte o governo anterior ao do Macri. A presidente (Kirchner) era ligada a Dilma, Lula, Venezuela e Cuba. Se isso voltar, a Argentina vai entrar em situação semelhante à Venezuela.”

Mensagem aos formandos

Aos formandos do Itamaraty, Bolsonaro destacou que temos um novo projeto de nação, escolhido pelas urnas, de ter um Brasil grande e próspero e que a política externa será essencial para obter sucesso nesse projeto.

Segundo o presidente, os formandos são convidados a dar voz ao nosso povo, defender os valores nacionais e levar o Brasil ao patamar de grandeza e prosperidade que se almeja.

A defesa da democracia e da liberdade na nossa região e no mundo é uma diretriz, pois apenas com o “império da lei e liberdade” podemos prosperar.

Bolsonaro aconselhou que eles estudem não só as correntes de comércio, mas também as correntes de pensamento.

“O mundo é um fluxo de bens e mercadorias, mas também é cada vez mais um fluxo de ideias. São essas ideias que determinarão a estrutura do poder político e econômico do futuro”, afirmou.

Bolsonaro também reafirmou que sua missão é fazer com que a sociedade e não o Estado seja a grande protagonista e pediu que os futuros diplomatas escutem o povo, aprendam com ele e levem sua voz aos quatro cantos do mundo.

O presidente também anunciou que os concursos para ingresso no Itamaraty serão mantidos.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies