Menu
2019-06-11T10:42:32-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
um avanço

Em abril, indústria cresce em 10 dos 15 locais pesquisados, diz IBGE

Maior parque industrial do País, São Paulo registrou um avanço de 2,4%; dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados nesta terça-feira, 11

11 de junho de 2019
10:42
industria-brasil
Imagem: Shutterstock

A produção industrial aumentou em 10 dos 15 locais pesquisados na passagem de março para abril, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgados nesta terça-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Maior parque industrial do País, São Paulo registrou um avanço de 2,4%. Os demais aumentos ocorreram em Pernambuco (8,3%), Bahia (7,4%), Região Nordeste (6,1%), Mato Grosso (5,1%), Ceará (3,7%), Rio Grande do Sul (2,3%), Santa Catarina (1,3%), Paraná (0,3%) e Minas Gerais (0,1%).

Já a indústria do Pará despencou 30,3%, a perda mais intensa da série histórica iniciada em 2002. O IBGE explica que a baixa foi puxada pelo setor extrativo.

As outras baixas ocorreram no Espírito Santo (-5,5%), Rio de Janeiro (-4,5%), Goiás (-1,4%) e Amazonas (-1,2%). Na média global, a indústria nacional teve alta de 0,3% em abril ante março, segundo o IBGE.

Em relação a abril de 2018, indústria recuou em nove dos 15 locais

Em relação a igual mês de 2018, o setor industrial recuou 3,9% em abril de 2019, com nove dos quinze locais pesquisados apontando resultados negativos. O IBGE diz que vale citar que abril de 2019 (21 dias) teve o mesmo número de dias úteis do que igual mês do ano anterior (21).

Nesse mês, Pará (-31,0%), Espírito Santo (-18,0%) e Minas Gerais (-10,9%) assinalaram recuos de dois dígitos e os mais intensos, pressionados, principalmente, pelas quedas observadas nos setores de indústrias extrativas, no primeiro local; de indústrias extrativas e celulose, papel e produtos de papel, no segundo; e de indústrias extrativas, no último.

Rio de Janeiro (-8,8%) e Goiás (-5,9%) também tiveram taxas negativas mais acentuadas do que a média nacional (-3,9%), enquanto Mato Grosso (-3,9%), São Paulo (-2,5%), Bahia (-1,2%) e Região Nordeste (-0,9%) completaram o conjunto de locais com recuo na produção nesse mês.

Por outro lado, Ceará (6,5%), Rio Grande do Sul (6,3%) e Amazonas (4,0%) apontaram os avanços mais acentuados em abril de 2019, segundo o IBGE, impulsionados, em grande parte, pelo comportamento positivo vindo das atividades de produtos de metal, couro, artigos para viagem e calçados e bebidas.

Pernambuco (3,3%), Santa Catarina (3,2%) e Paraná (2,1%) também mostraram taxas positivas no mês.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Siri entregou a data

Vem aí um novo iPad? Apple deve lançar novos modelos em evento na próxima semana

A previsão é que o encontro, que será virtual e em 20 de abril, também revele novidades sobre a próxima geração de Airpods

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies