Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-11T10:42:32-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
um avanço

Em abril, indústria cresce em 10 dos 15 locais pesquisados, diz IBGE

Maior parque industrial do País, São Paulo registrou um avanço de 2,4%; dados são da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados nesta terça-feira, 11

11 de junho de 2019
10:42
industria-brasil
Imagem: Shutterstock

A produção industrial aumentou em 10 dos 15 locais pesquisados na passagem de março para abril, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgados nesta terça-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Maior parque industrial do País, São Paulo registrou um avanço de 2,4%. Os demais aumentos ocorreram em Pernambuco (8,3%), Bahia (7,4%), Região Nordeste (6,1%), Mato Grosso (5,1%), Ceará (3,7%), Rio Grande do Sul (2,3%), Santa Catarina (1,3%), Paraná (0,3%) e Minas Gerais (0,1%).

Já a indústria do Pará despencou 30,3%, a perda mais intensa da série histórica iniciada em 2002. O IBGE explica que a baixa foi puxada pelo setor extrativo.

As outras baixas ocorreram no Espírito Santo (-5,5%), Rio de Janeiro (-4,5%), Goiás (-1,4%) e Amazonas (-1,2%). Na média global, a indústria nacional teve alta de 0,3% em abril ante março, segundo o IBGE.

Em relação a abril de 2018, indústria recuou em nove dos 15 locais

Em relação a igual mês de 2018, o setor industrial recuou 3,9% em abril de 2019, com nove dos quinze locais pesquisados apontando resultados negativos. O IBGE diz que vale citar que abril de 2019 (21 dias) teve o mesmo número de dias úteis do que igual mês do ano anterior (21).

Nesse mês, Pará (-31,0%), Espírito Santo (-18,0%) e Minas Gerais (-10,9%) assinalaram recuos de dois dígitos e os mais intensos, pressionados, principalmente, pelas quedas observadas nos setores de indústrias extrativas, no primeiro local; de indústrias extrativas e celulose, papel e produtos de papel, no segundo; e de indústrias extrativas, no último.

Rio de Janeiro (-8,8%) e Goiás (-5,9%) também tiveram taxas negativas mais acentuadas do que a média nacional (-3,9%), enquanto Mato Grosso (-3,9%), São Paulo (-2,5%), Bahia (-1,2%) e Região Nordeste (-0,9%) completaram o conjunto de locais com recuo na produção nesse mês.

Por outro lado, Ceará (6,5%), Rio Grande do Sul (6,3%) e Amazonas (4,0%) apontaram os avanços mais acentuados em abril de 2019, segundo o IBGE, impulsionados, em grande parte, pelo comportamento positivo vindo das atividades de produtos de metal, couro, artigos para viagem e calçados e bebidas.

Pernambuco (3,3%), Santa Catarina (3,2%) e Paraná (2,1%) também mostraram taxas positivas no mês.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Exile on Wall Street

Entre renda e multiplicação de capital, você pode ficar com os dois — Veja como

Você se lembra da sua primeira conta poupança? A minha e a do meu irmão foram abertas por volta dos meus 11 anos, quando nossos pais nos levaram ao banco para depositar o dinheirinho acumulado de nossas três fontes de renda — as moedas de casa, o troco dos lanches da escola e as generosas […]

Não é 'block' mas é 'chain'

Aceita bitcoin: Tráfico de drogas no Rio de Janeiro aceitava criptomoedas por WhatsApp; envolvidos são presos

O grupo coordenava o envio, estoque, compra e venda por meio de um grupo “oficial” no aplicativo de mensagens

MERCADOS HOJE

Aumento do IOF pega mal e Ibovespa recua mais de 1%; dólar sobe a R$ 5,32

Depois de meses de especulação e preocupação, a saída encontrada pelo governo federal para financiar o novo Bolsa Família, rebatizado de Auxílio Brasil, não agradou o mercado e o Ibovespa começa refletindo esse mau humor.  Ontem, o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto que eleva o Imposto sobre Operações Financeiras até dezembro, o que deve […]

DUPLO DOWNGRADE

UBS rebaixa ação da Vale (VALE3) de compra para venda com queda do minério, apesar de dividendos

Banco suíço considera que distribuição de dividendos pela mineradora brasileira torna-se menos atraente com a cotação do minério de ferro abaixo de US$ 100

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda com susto de aumento de imposto e exterior negativo; dólar também recua

A medida pegou os investidores de surpresa e o vencimento de opções em Nova York coloca o exterior sob pressão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies