Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-29T10:22:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
um pouco pra baixo

Inflação do aluguel tem queda de 0,67% em agosto

Índice Geral de Preços – Mercado reverteu alta de 0,40% registrada em julho; resultado está em linha com o esperado

29 de agosto de 2019
10:21 - atualizado às 10:22
Prédio da Copel em Curitiba
Prédio da Copel em Curitiba - Imagem: Divulgação/Copel

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) teve queda de 0,67% em agosto, revertendo a alta de 0,40% registrada em julho, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira (29).

O IGP-M é também conhecido como inflação do aluguel. O índice é utilizado para calcular valor de reajustes na mensalidade.

O resultado deste mês ficou praticamente em linha com a mediana de recuo de 0,66% da pesquisa do Projeções Broadcast, cujo intervalo ia de -1,0% a -0,38%.

Em 12 meses, o IGP-M acumulou alta de 4,95%. Esta taxa também ficou bem similar à mediana de 4,96% (intervalo de 4,59% a 5,52%). No ano, o indicador avança 4,09%.

Entre os componentes do IGP-M, a deflação foi determinada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que passou de alta de 0,40% para recuo de 1,14% em agosto. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) desacelerou de 0,91% para 0,34% entre o sétimo e o oitavo mês. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) avançou de 0,16% para 0,23%.

IPAs

A deflação do IGP-M em agosto foi amplamente influenciada pela queda do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M). Os preços no atacado tiveram recuo generalizado, tanto nos itens industriais quanto nos agrícolas, e em todas as etapas de produção.

O IPA industrial registrou recuo de 1,31%, depois de alta de 0,73%, enquanto o IPA agrícola caiu 0,60%, uma queda ligeiramente menos intensa do que em julho (-0,61%).

Por estágios de produção, a maior queda foi apurada em Matérias-Primas Brutas, de 2,30%, praticamente revertendo o avanço de 2,34% de julho, com destaque para o recuo de minério de ferro (11,34% para -7,47%), milho em grão (3,28% para -2,82%) e suínos (7,49% para -9,68%). Em sentido oposto, a FGV cita a contribuição de soja em grão (-1,36% para 1,80%), leite in natura (-6,91% para -0,43%) e aves (-2,24% para 3,23%).

Os Bens Finais ampliaram a queda, de 0,09% em julho para 0,48% em agosto, beneficiados por alimentos in natura, cuja taxa passou de 0,58% para -3,92%.

Já os Bens Intermediários reduziram um pouco a deflação, de 0,83% em julho para 0,72% em agosto, com influência de combustíveis e lubrificantes para a produção, cujo porcentual passou de -4,68% para -1,69%.

Influências individuais

Os itens que mais contribuíram para a baixa do IPA-M de agosto foram minério de ferro, batata inglesa (3,43% para -19,33%), milho em grão, tomate (-14,78% para -33,16%) e gasolina automotiva (apesar da queda menor, de -7,08% para -3,11%).

Por outro lado, as principais influências individuais de alta foram soja em grão, aves, óleo de soja em bruto (-2,86% para 5,86%), mamão (mesmo com a desaceleração de 44,98% para 11,24%) e bovinos (a despeito do alívio de 1,33% para 0,66%).

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

BARRADAS NO BAILE

Madero e ISH Tech cancelam planos de IPO, elevando para 12 número de desistências na B3 neste ano; veja o que atrapalha as ofertas

E esse número pode crescer ainda mais, pois a Corsan também deve adiar sua oferta em breve. Por enquanto, restam 20 candidatas à estreia na B3

OPERAÇÃO COMPLEXA

Superintendência do Cade dá sinal verde para compra do Big pelo Carrefour, mas prescreve remédios para evitar concentração; entenda

O órgão prevê medidas estruturais e comportamentais para mitigar os problemas concorrenciais identificados durante a análise da operação

Mercados Hoje

Ibovespa tenta se manter em alta em dia negativo em NY e de grande cautela com expectativa em relação ao Fed

Dia é bastante negativo em Wall Street e especialmente na Europa, com temor de invasão da Rússia à Ucrânia e reunião do Fed na quarta-feira

Novo serviço

Saiba se você tem algum dinheiro ‘esquecido’ para receber do banco

O Banco Central disponibilizou serviço para que cidadãos e empresas consultem se têm saldos “esquecidos” em bancos ou valores a receber de devoluções ou cobranças indevidas

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro cai mais de 1% em novo dia de perdas, em linha com clima negativo em Wall Street; dólar sobe

Mercados se mantêm cautelosos, na expectativa da reunião do Fed amanhã (26) e ainda de olho na escalada das tensões entre Rússia e Ucrânia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies