Menu
2019-07-31T14:27:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
por falar em câmbio...

Indústria registra deflação 1,14% em junho após quatro meses no positivo

Principais impactos negativos vieram dos produtos derivados de petróleo e de biocombustíveis e do setor de alimentos

31 de julho de 2019
13:26 - atualizado às 14:27
Plataforma de petróleo
Plataforma de petróleo - Imagem: Shutterstock

Influenciada pela valorização do real frente ao dólar em junho, os preços da indústria tiveram deflação de 1,14% na comparação com maio, quando teve alta de 1,39%, segundo Índice de Preços ao Produtor (IPP), divulgado nesta quarta-feira, 31, pela IBGE.

É a primeira queda após quatro taxas positivas seguidas desde fevereiro. Os principais impactos negativos vieram dos produtos derivados de petróleo e de biocombustíveis e do setor de alimentos.

A pesquisa mede a variação dos preços dos produtos na "porta das fábricas", sem impostos e frete, de 24 atividades das indústrias extrativas e de transformação.

Segundo o gerente do IPP, Alexandre Brandão, o impacto do petróleo pode ser explicado pelo efeito do câmbio. "No mês de junho tivemos uma valorização do real [frente ao dólar] que impactou na baixa dos preços internos", explica.

Em relação aos alimentos, os destaques negativos foram carne bovina e leite, enquanto resíduos da extração de soja tiveram impacto positivo.

“Nos meses passados, estávamos exportando bastante carne, em função do aumento da importação da China. Mas, em junho, houve um problema circunstancial de exportação dessas carnes. Então, tivemos uma maior oferta para o mercado interno e os preços caíram”, afirma Brandão.

A queda do preço do leite foi fruto de uma menor demanda pelo produto no mercado interno, o que gerou um aumento de estoque e uma consequente diminuição dos preços.

Já o aumento de preço dos resíduos da extração de soja tem relação com problemas na colheita de soja nos Estados Unidos, fator que provocou elevação do preço do produto no mercado internacional.

Apenas oito das 24 atividades industriais investigadas tiveram variações positivas de preços na comparação com maio.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Mais um capítulo da novela

Reatando laços: Elon Musk diz que Tesla pode voltar a adotar bitcoin e moeda dispara 10%

Depois de uma semana do tweet que pegou o mercado de surpresa com o “fim do namoro”, Musk volta atrás e tenta reconciliação

Nas alturas

Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, fecha parceria com a Ascent

A Ascent conta atualmente com uma base de dados de operadoras aéreas parceiras para serviços dedicados de UAM em toda a Tailândia e nas Filipinas, e está preparada para expandir sua presença na região

Pronta para decolar

Gol conclui aumento de capital e levanta mais R$ 423 milhões

Incluindo a incorporação da Smiles, a companhia aérea emitiu mais de R$ 1 bilhão somente neste mês de junho, e no trimestre, captação chega a R$ 2,7 bilhões

segredos da bolsa

Com “Super Quarta” à frente, semana deve ser marcada por cautela e otimismo dos mercados

A divulgação de outros dados econômicos ao longo da semana deve colocar ainda mais pressão da decisão do Fed e do BC brasileiro

Novo apagão?

Governo federal prepara MP que abre caminho para racionamento de energia

Intenção é criar um comitê de crise que terá o poder de adotar medidas como a redução obrigatória de consumo e acionamento de termoelétricas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies