Menu
2019-04-04T13:59:18-03:00
Estadão Conteúdo
O clima em Brasília

Líderes de partidos alternam entre críticas ao governo e tentativas de pacificação

Divergência de opiniões mostram que a temperatura segue alta na capital federal

25 de março de 2019
14:24 - atualizado às 13:59
Congresso Nacional
Congresso Nacional - Imagem: Pedro França/Agência Senado

As redes sociais de alguns dos líderes partidários na Câmara Federal mostram a temperatura alta na relação entre Legislativo e Executivo. Enquanto uns conclamam seguidores a apoiar a reforma da Previdência, outros enfatizam uma suposta falta de articulação do governo com o Congresso.

"Chegando no Congresso Nacional, ouvindo as ruas, eu sinto que o Brasil precisa de um presidente, e não de um tuiteiro", disparou o deputado José Nelto (Pode-GO), líder do Podemos, cuja bancada tem hoje 11 componentes.

Líder dos oito deputados do PPS na Câmara , Daniel Coelho (PPS-PE), cobrou posição mais ativa em defesa da reforma por parte da bancada do partido do presidente. O deputado lembrou que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa é Felipe Francischini (PSL-PR) e que cabe a ele a "prerrogativa de conduzir o processo".

Daniel argumentou que Bolsonaro disse que cabe a cada parte cumprir seu papel na reforma e que está, então, "nas mãos do seu partido, o PSL, botar para votar".

Nos últimos dias, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) trocaram farpas pela imprensa. O deputado ameaçou deixar a articulação em prol da reforma da Previdência e alegou falta de comprometimento de Bolsonaro com esta que é a principal pauta econômica do começo do governo.

Vice-líder da bancada de 54 deputados do PSL, Bia Kicis (PSL-DF) chamou pelo Twitter "todos os brasileiros direta ou indiretamente envolvidos no cenário político a um pacto pelo nosso Brasil".

A deputada pediu calma nos ânimos e foco "na aprovação da Nova Previdência". O apelo da parlamentar incluiu ainda o propósito de preservar o País atual e as "futuras gerações".

Tentando pacificar o conflito aberto, o líder da bancada tucana (30 deputados) Carlos Sampaio (PSDB-SP) escreveu que "nesse momento os anseios do povo brasileiro devem estar acima de qualquer interesse pessoal".

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

pandemia

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde registraram 452 óbitos pela covid-19

seu dinheiro na sua noite

Antes tarde do que mais tarde

Com o uso emergencial de duas vacinas contra o coronavírus aprovado no Brasil, ainda que com muito atraso em relação a outros países (incluindo emergentes), o brasileiro pode enfim vislumbrar a possibilidade de um retorno à vida normal. Está certo que ainda vai demorar, e provavelmente veremos o resto do mundo voltar à normalidade, enquanto […]

Fechamento

Vacina empolga, mas incertezas ainda são muitas e limitam os ganhos do Ibovespa; dólar fica estável

Embora o início da vacinação tenha criado um princípio de euforia, as incertezas ainda são muitas e nublam o cenário

atenção, acionista

Itaúsa anuncia o pagamento de juros sobre capital próprio adicionais

Base do pagamento é a posição acionária final do dia 22 de janeiro; provento tem retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,01768 por ação

insatisfações com a estatal

Petrobras sai em defesa de sua política de preços

Estatal listou uma série de respostas para justificar eventuais aumentos concedidos ou que possam vir a ser feitos este ano, diante de preços de petróleo em franca recuperação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies