Menu
2019-04-16T17:56:22-03:00
Estadão Conteúdo
Tá complicado

Líder do PSDB diz que articulação política por parte do governo é zero

Deputado Carlos Sampaio lembrou que o governo de Jair Bolsonaro enfrenta dificuldades dentro do próprio partido

16 de abril de 2019
17:56
Carlos Sampaio (PSDB-SP)
Carlos Sampaio (PSDB-SP) - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), fez uma crítica direta à articulação do governo no Congresso para a aprovação da reforma da Previdência.

Após se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na sede do ministério, ele afirmou que a falta de articulação "é um dos grandes problemas que o governo enfrenta hoje". "A articulação política hoje é zero por parte do governo", acrescentou.

Sampaio lembrou que o governo de Jair Bolsonaro enfrenta dificuldades dentro do próprio partido, o PSL, e também para constituir uma base de apoio.

Segundo ele, muitos partidos estão apoiando a reforma dentro da Câmara porque acreditam na importância da matéria. "O PSDB tem autonomia, independência, não é base do governo, mas quer ajudar o País", citou.

O deputado e membros da bancada do PSDB estiveram em reunião nesta terça com Guedes e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, para discutir pontos da reforma.

"Foi uma reunião importante para colocar ao ministro não só o sentimento conceitual favorável à reforma, como também para colocar quais são os assuntos que nos afligem", disse Sampaio.

Entre esses assuntos, estão pontos ligados à transição, ao envolvimento dos Estados e municípios, à aposentadoria rural, ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), à aposentadoria por invalidez e à pensão por morte", disse Sampaio.

"Precisamos de dados para saber quais as sugestões de melhoramento que poderemos fazer", acrescentou o líder do PSDB, lembrando que Guedes assumiu o compromisso de abrir os números na primeira audiência pública da comissão especial para debater o tema.

Sampaio afirmou ainda que a reforma deve ser votada ainda nesta terça ou na manhã desta quarta-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

"O importante é podermos discutir a Previdência na comissão especial o quanto antes", acrescentou. "Previdência é tema urgente para o Brasil. Quanto antes for instalada a comissão especial, melhor."

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

CCR: Alerj recomenda retomar concessão de rodovia, mas governo é contra

Assembleia quer retomada da rodovia para reduzir tarifas, consideradas altas devido a irregularidades no contrato de concessão

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

SELEÇÃO DE NOTÍCIAS

BDR, bitcoin, shopping: o melhor do Seu Dinheiro na semana

O fim de semana chegou com uma notícia bastante esperada pelos investidores: a volta do Ibovespa ao patamar de 100 mil pontos. O principal índice da B3 foi impulsionado esta semana por dois acontecimentos. O primeiro deles foi o alívio das preocupações em torno do risco fiscal brasileiro, com políticos e governo demonstrando compromisso com a manutenção do teto de gastos. Outro tema foi a esperança de aprovação de um pacote de estímulos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies