Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-14T14:30:49-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Papo em dia

Guedes, Maia e Alcolumbre fazem reunião de balanço e traçam estratégias para o governo no segundo semestre

Presidente do Senado disse que a Câmara deve concluir a votação do segundo turno da reforma da Previdência nesta semana

5 de agosto de 2019
16:12 - atualizado às 14:30
Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e Paulo Guedes
Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e Paulo Guedes - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), almoçou nesta segunda-feira (5) com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, para fazer um balanço do primeiro semestre do Legislativo.

"Dos avanços e conquistas que o parlamento proporcionou para o Brasil e brasileiros", disse ele ao fim do encontro. Alcolumbre fez uma declaração ao deixar o almoço ao lado de Maia e Guedes, mas não abriu espaço para pergunta de jornalistas.

Alcolumbre teceu elogios ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), principalmente pelo seu desempenho na votação do primeiro turno da reforma da Previdência que foi aprovada por 379 votos no inicio de julho. "O parlamento apresentou ao Brasil uma proposta que dará para equilibrar as contas públicas", afirmou. Alcolumbre afirmou que Maia teve uma atuação firme e que a reforma dará também "segurança jurídica" e ajudará na geração de empregos.

O presidente do Senado disse que a Câmara deve concluir a votação do segundo turno da Previdência nesta semana e que já na próxima o Senado irá tocar a tramitação. Maia disse que a conclusão da votação do segundo turno já na quinta-feira vai depender da presença de deputados, quórum, na Casa.

Os três almoçaram juntos nesta segunda-feira para debater também a tramitação do segundo turno da reforma da Previdência na Câmara e seu encaminhamento ao Senado.

O encontro durou cerca de duas horas. Durante a reunião, Alcolumbre disse que está focado na Previdência, mas quer tocar a Tributária na sequência.

A expectativa é que a votação do segundo turno da Previdência tenha início nesta terça-feira na Câmara e seja concluída até quinta-feira, para que na próxima semana comece a tramitação no Senado.

Guedes, a ponte de diálogo

Alcolumbre também aproveitou a ocasião para fazer um afago a Guedes. "O ministro representa o desejo do governo de dialogar com o Parlamento", afirmou.

Em seu pronunciamento, Alcolumbre disse "reverenciar" a presença de Maia e Guedes no almoço e afirmou que a votação da reforma em primeiro turno foi fruto da "aproximação da política", citando a participação não só do ministro da Economia, mas também do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Para o presidente do Senado, o resultado foi fruto de um Parlamento "forte, altivo, independente e mais harmônico".

Alcolumbre listou ainda outras prioridades na pauta do Congresso, como a reforma tributária. Segundo ele, a ideia é tentar construir um "entendimento" a partir das propostas do governo e do Legislativo. "A questão da reforma tributária, o Senado tem uma proposta, a Câmara tem uma proposta, o governo tem sua proposta. Nós fizemos um acordo, um entendimento para construirmos um texto que atenda aos interesses da Câmara, do governo e do Senado e que possa desburocratizar essa questão tributária", afirmou.

Outra prioridade, que segundo Alcolumbre será capitaneada pelo Senado, é o pacto federativo. A ideia, de acordo com o presidente do Senado, é desvincular recursos hoje concentrados nos cofres da União e direcioná-los para Estados e municípios.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

FECHAMENTO DO DIA

Vale puxa o Ibovespa e garante alta do dia, mas dólar avança com temores fiscais na véspera do Copom

Em Nova York, a volatilidade foi mais comedida. No Brasil, o conturbado cenário interno trouxe dor de cabeça e tensão para o Ibovespa e o câmbio

Chama o Max!

Como ter renda extra através de ações? Max Bohm explica os diferentes tipos de proventos!

Já pensou viver de renda? É o sonho de muitos brasileiros. Max Bohm, analista da Empiricus, explica quais são os diferentes tipos de proventos recebidos por um acionista. Confira agora!

Com preço no piso da faixa indicativa, Raízen movimenta R$ 6,9 bilhões no IPO; veja o que vem a seguir para esta ação

Ação da produtora de açúcar e álcool e dona dos postos Shell é precificada a R$ 7,40 e começará a ser negociada no próximo dia 5

DISPUTA DOS BANCÕES

Bradesco aumenta lucro em 63%, a R$ 6,3 bilhões — mas não supera Itaú

Cifra do período não supera a projeção de lucro de R$ 6,596 bilhões, apontada pelo mercado, conforme dados da Bloomberg

ciclo de alta

Taxa Selic hoje é de 4,25% ao ano, mas vai subir; entenda por quê

Expectativa do mercado financeiro é de que o Banco Central promova um aumento de 1,00 ponto porcentual na taxa básica de juros, levando-a para 5,25%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies