Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-11T18:25:10-03:00
Estadão Conteúdo
Onda tecnológica

Fintechs de crédito são ‘sucesso absoluto’, diz diretor do BC

Autoridade monetária já concedeu licenças a dez SCD e quatro Sociedades de Crédito Entre Pessoas (SEP)

11 de novembro de 2019
18:25
Fachada do Banco Central do Brasil (BC)
Imagem: Arnaldo Jr./Shutterstock

As fintechs de crédito são "sucesso absoluto", avalia o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello. Em palestra no seminário Fintechs e Blockchain: Oportunidades para os Mercados Financeiros, na FGV, no Rio, ele afirmou nesta segunda-feira, 11, que há mais de 20 pedidos para autorização de sociedades de crédito direto (SCD) no Departamento de Organização do Sistema Financeiro do BC.

A autoridade monetária já concedeu licenças a dez SCD e quatro Sociedades de Crédito Entre Pessoas (SEP). "Se você olhar ao redor do mundo, a concessão de licenças bancárias, isso é algo quase inédito, num período tão curto de tempo", afirmou o diretor.

Ambas as sociedades foram disciplinadas pela Resolução 4656/18, que disciplina a realização de operações de empréstimo e de financiamento entre pessoas por meio de plataforma eletrônica e estabelece os requisitos e os procedimentos para autorização para funcionamento, transferência de controle societário, reorganização societária e cancelamento da autorização dessas instituições.

Financiamento imobiliário

Ao comentar as medidas de incentivo à eficiência do sistema financeiro nacional, Mello disse que a utilização de outros indexadores, além da Taxa Referencial (TR), em contratos de financiamento imobiliário no mercado brasileiro é importante para viabilizar a securitização, fundamental para que o Brasil alcance a penetração de seus pares emergentes nesse espectro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies