🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Estadão Conteúdo
Bovinos liberados

Arábia Saudita habilita 8 frigoríficos brasileiros para exportação de carne

Medida anunciada nesta segunda-feira é resultado de negociações iniciadas pelo governo em setembro deste ano

Embalagem de carne bovina
Imagem: Shutterstock

A autoridade sanitária da Arábia Saudita SFDA (Daudi Food and Drug Authority) habilitou oito frigoríficos do Brasil para exportação de carne bovina e subprodutos ao país árabe, informou nesta segunda-feira, 11, o Ministério da Agricultura. A medida é resultado de negociações iniciadas pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante missão em setembro e também da recente viagem do presidente Jair Bolsonaro ao país.

"Faz parte de toda a abertura que o Ministério da Agricultura vem fazendo juntamente com o governo federal", disse Tereza Cristina em nota.

Passam a ter autorização para embarcar o produto aos sauditas Frigorífico Fortefrigo, Frigorífico Better Beef, Rio Grande Comércio de Carnes Ltda, Plena Alimentos, Indústria e Comércio de Alimentos Supremo, Frigol, Maxi Beef Alimentos do Brasil e Distriboi - Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina.

Em 2018, as exportações de produtos agropecuários brasileiros para a Arábia Saudita renderam US$ 1,7 bilhão. Em volume, foram mais de 2,9 milhões de toneladas. A carne de frango representou 47,4% do valor vendido (US$ 804 milhões e 486 mil toneladas).

Os principais produtos exportados para os sauditas são carne de frango in natura, açúcar de cana bruto, carne bovina in natura, soja em grão e farelo, milho, açúcar refinado e café solúvel e verde.

Compartilhe

VIVA O DÓLAR ALTO

Mesmo com queda no volume embarcado, receita com exportação de carne bovina cresce 9% em 2021

8 de janeiro de 2022 - 17:37

China segue na liderança entre os compradores de carne brasileira, segundo dados divulgados hoje pela Abrafrigo

MAL DA VACA LOUCA

China libera compra de carne bovina do Brasil, e ações de frigoríficos sobem forte na bolsa

15 de dezembro de 2021 - 9:58

Três meses após suspensão por conta de casos atípicos de vaca louca em MT e MG, a Administração Geral de Alfândegas da China voltou a permitir a importação dos produtos

DESABASTECIMENTO

Prateleiras vazias: China agrava desabastecimento global com política de Covid Zero

25 de novembro de 2021 - 16:04

Quarentenas obrigatórias causam congestionamento nos portos chineses e intensificam crise de desabastecimento

Bolsa em crise

Por que as ações de Suzano, Klabin, Vale e siderúrgicas se salvam de mais um dia de queda forte da bolsa

22 de outubro de 2021 - 14:26

As ações das empresas exportadoras se beneficiam da disparada do dólar para o patamar de R$ 5,70 e por boas notícias vindas da China

CRÉDITO NO AR

BNDES abre linha de mais de US$ 500 milhões para financiar exportação de 24 jatos da Embraer

7 de outubro de 2021 - 9:10

A entrega dos jatos à SkyWest Airlines começou em agosto do ano passado e deve se estender até abril do ano que vem

Ivan Sant'Anna

China volta a assustar com o fantasma da intervenção estatal. Oportunidade ou risco para as ações brasileiras?

19 de agosto de 2021 - 6:21

Paciência e pragmatismo são duas das características marcantes quando se olha os principais movimentos chineses na história mais recente

MERCADOS HOJE

Após manhã volátil, Ibovespa acompanha NY e renova mínimas; dólar tem leve alta

16 de julho de 2021 - 10:40

No Brasil, a proximidade do recesso parlamentar promete trazer alívio ao cenário político

Esquenta dos Mercados

Briga por tecnologia entre EUA e China deve afetar a bolsa, em dia de IGP-10 e exterior ameno

16 de julho de 2021 - 8:10

Além disso, as atenções estão todas voltadas para o Congresso Nacional antes do recesso e sem acordo com reforma do IR

exportação em alta

Balança comercial tem superávit de US$ 1,482 bilhão em março

1 de abril de 2021 - 16:35

Importação de plataformas de petróleo fez a balança comercial registrar o menor resultado para meses de março em seis anos

impacto na indústria

Brasil deixou de exportar US$ 56,2 bi em dez anos para América do Sul

28 de março de 2021 - 14:20

Participação do país nas importações dos demais países sul-americanos caiu para 10,7% em 2019, segundo CNI

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar