Menu
2019-05-19T18:07:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
"MEXIDÃO" DOS NÚMEROS

Cardápio dos balanços: Embraer, Kroton, Ultrapar e Marfrig divulgam resultados do 1º trimestre

Para você não ficar perdido em meio à tantos números, o Seu Dinheiro separou uma lista com os principais resultados

15 de maio de 2019
8:59 - atualizado às 18:07

No último dia da temporada de balanços do 1º trimestre de 2019, mais quatro companhias listadas no Ibovespa divulgam seus resultados: Embraer, Kroton, Ultrapar e Marfrig.

Para você não ficar perdido em meio à tantos números, o Seu Dinheiro separou uma lista com os principais resultados. Enquanto isso, você também pode conferir os números que já saíram nesta semana e a prévia dos balanços.

Embraer

Embraer voltou a apresentar um resultado negativo no primeiro trimestre de 2019, com prejuízo líquido ajustado de R$ 229,9 milhões. Um ano antes, o prejuízo foi de R$ 208,9 milhões. Além da última linha vermelha, a empresa reportou menores volumes de entrega, uma carteira de pedidos mais magra e um aumento expressivo na dívida líquida. O prejuízo atribuível aos acionistas somou R$ 160,8 milhões, ante um resultado negativo de R$ 130,4 milhões no mesmo período do ano anterior. O balanço ficou baixo do esperado pelos analistas, que previam prejuízo líquido ajustado de R$ 93,2 milhões, segundo a Bloomberg.

Kroton

A Kroton registrou um lucro líquido de R$ 250,1 milhões no primeiro trimestre de 2019, cifra 47,4% menor que a registrada no mesmo período do ano passado. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) chegou a R$ 750,818 milhões, 12,5% a mais que o mesmo período do ano passado. Já a receita líquida da empresa ficou em R$ 1,837 bilhão, num aumento de 34,8%.

Ultrapar 

A Ultrapar registrou lucro de R$ 243 milhões no 1º trimestre de 2019. A alta é de 232,8% ante o mesmo período do ano passado, quando a empresa registrou lucro de R$ 73 milhões. O valor considera a norma IFRS 16. Sem o ajuste, o lucro líquido foi de R$ 251 milhões, alta de 245%. Analistas ouvidos pela Bloomberg previam um lucro de R$ 257 milhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado pela norma IRFS 16 somou R$ 782 milhões entre janeiro e março, alta de 54% ante um ano. Sem ajuste, o Ebitda somou R$ 698,7 milhões, alta de 73,12% na mesma base de comparação.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

De volta ao topo

País volta a ser maior mercado de caminhão da Mercedes, que reafirma investimento

O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Retomada

Faturamento da indústria de máquinas sobe 38,5% em janeiro em comparação anual

A expectativa é de que as vendas internas continuem positivas.

Banco digital

Modalmais entra com pedido de IPO na B3 e esquenta disputa das plataformas de investimento

O pedido de IPO acontece menos de um ano depois do acordo fechado para a venda de até 35% do capital do Modalmais para o Credit Suisse, em um negócio que avaliou o banco digital em R$ 5 bilhões

bom potencial de alta

Quanto as ações da Eletrobras podem valer com a privatização? Veja os cálculos dos analistas

MP enviada ao Congresso prevê processo de capitalização da companhia, que resultará na diluição da participação do governo no capital social

Parceria vai voar?

Cade aprova joint venture entre Delta Air Lines e Latam

A suspeita é que a Delta tenha mais influência na administração da Aeroméxico do que o anteriormente informado ao Cade.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies