O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2019-09-16T09:27:37-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
No Twitter

Trump pede grande corte de juros e estímulos ao Fed

Presidente americano Donald Trump voltou a criticar postura do BC americano citando China, o dólar forte e o recente salto no preço do petróleo

16 de setembro de 2019
9:27
Donald Trump casa branca
Presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: Official White House Photo by Shealah Craighead

O Federal Reserve (Fed), banco central americano, tem reunião na quarta-feira para decidir o rumo da taxa de juros e o presidente Donald Trump voltou à carga pedindo, agora, grande corte de juros e estímulos.

Em sua conta no Twtitter, Trump questiona se o Fed não está vendo que a China desvalorizou sua moeda, além de estar fazendo novas rodadas de estímulos. “O Fed não vai entrar no jogo? O dólar nunca esteve tão forte. Isso é muito ruim para as exportações”, escreveu.

Na sequência, Trump diz que os países competidores não imaginam a sorte que têm, já que o presidente do Fed, Jerome Powell, não tem ideia do que está acontecendo. “E no topo disso tudo, temos a alta do petróleo. Grande corte de juro, Estímulo”, escreveu.

No fim de semana, um ataque à refinaria da petrolífera saudita Aramco trouxe grande instabilidade ao mercado de petróleo, com preços chegando a saltar quase 20%. Agora pela manhã, o petróleo do tipo WTI tinha alta de cerca de 10%, negociado na casa dos US$ 60,27.

Tanto os EUA quanto os sauditas anunciaram a liberação de reservas estratégicas para anteder à demanda enquanto as instalações são recuperadas. Trump também tuitou sobre o assunto, falando que os EUA são exportadores de energia e que o país não precisa do petróleo do Oriente Médio, mas que o país vai ajudar seus aliados.

 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas reagem ao alívio da covid-19 na China e sobem pela manhã; Ibovespa acompanha PEC que pode gerar até R$ 7,5 bi em novos gastos

A proposta de reajuste para juízes e procuradores acontece em meio à greve dos servidores do Banco Central e Receita Federal

A saga continua

Lucro do IRB Brasil (IRBR3) cresce 58% no 1T22, mas busca pela credibilidade perdida ainda está longe do fim

Recentemente, a empresa viu importantes nomes do seu quadro de executivos deixarem o barco — o que fez o CEO Raphael de Carvalho acumular o cargo de diretor de relações com investidores, de forma temporária.

O FUTURO CHEGOU?

Como funcionam os carros autônomos — e por que você ainda não pode deixar um Tesla dirigir sozinho

Tecnologia de carros autônomos como o Tesla evoluiu, mas não a ponto de o motorista dormir ao volante, como mostram alguns vídeos na internet

IR 2022

Ao declarar fundos no imposto de renda, qual CNPJ informar? O do fundo ou o da administradora?

Esta é uma das dúvidas mais comuns entre os investidores, mas em 2022 parece que finalmente a Receita deixou isso claro

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Nos embalos de um mundo ainda globalizado: como a rotação setorial deve beneficiar a Vale (VALE3)

A Vale tem atravessado uma verdadeira montanha-russa – ou seria uma montanha-chinesa? -, mas sua ação mantém-se com um caso de sucesso entre as teses de valor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies