Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-05-18T12:42:45-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Tem viagem marcada?

O dólar que já está quase em R$ 5

Se no mercado financeiro o dólar terminou a semana em R$ 4,10, no mercado turismo as cotações estão bem mais salgadas, pesando no bolso de quem vai viajar

18 de maio de 2019
11:22 - atualizado às 12:42
Dólar
Imagem: Shutterstock

Não é só no mercado financeiro que a escalada do dólar anda assustando. Para quem pretende viajar para o exterior, a cotação da moeda americana é capaz de causar ainda mais aflição.

Na última sexta-feira (17), a cotação do dólar à vista, no mercado financeiro, fechou a R$ 4,10, o mais alto patamar desde setembro de 2018, véspera das eleições presidenciais. Na máxima do dia, chegou a pouco mais de R$ 4,11. Na semana, o dólar negociado no mercado financeiro teve alta de 4,56%.

Para quem precisa comprar moeda para viajar, porém, o cenário é bem pior, e o dólar já se aproxima dos R$ 5. É que a cotação turismo tende a acompanhar o dólar comercial, mas costuma ficar um pouco acima, por uma questão de demanda (pessoas físicas transacionam volumes menores que empresas e bancos), custos e também do lucro para as casas de câmbio.

Na sexta, o dólar turismo era negociado por até R$ 4,38 e, em cartão pré-pago, chegou a ser vendido por R$ 4,60 em uma casa de câmbio de São Paulo.

Para quem tem viagem marcada e ainda não comprou dólares, essa alta recente do dólar, que ontem parecia não ter fim, promete deixar a conta bastante salgada.

Felizmente para quem deseja uma cotação mais baixa, o Banco Central anunciou, sexta à noite, uma atuação no câmbio que pode conter novas altas.

Especialistas aconselham que, ao decidir viajar, as pessoas físicas comprem dólares aos poucos, de forma a misturar cotações mais baixas e mais altas, gerando um preço médio razoável. Como é muito difícil acertar para onde vai o câmbio, esta é a forma mais conservadora de se planejar.

Além disso, do ponto de vista dos investimentos, é sempre interessante manter uma pequena parte da sua carteira em dólar ou fundos cambiais, de forma a ganhar com esses choques de alta e proteger seu patrimônio como um todo.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Me vê bitcoin

De olho no interesse dos clientes por bitcoin (BTC), Mastercard vai lançar plataforma que une criptomoedas com cartões de débito e crédito

Com essa integração, o cliente pode receber cashback em criptomoedas após compras no cartão de crédito, por exemplo

Exile on Wall Street

Felipe Miranda: Entre “O fim do Brasil —parte 2” e o começo da terceira via

Depois do desastre com o teto de gastos, o que podemos esperar de uma resolução que não envolva nem Lula nem Bolsonaro?

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: Suas definições de “responsabilidade fiscal” foram atualizadas

A temporada de resultados brasileira, que começou na última sexta-feira, segue hoje com EcoRodovias, EDP Brasil, Neoenergia e TIM, após o fechamento do mercado. Enquanto isso, ao longo do dia, o presidente Jair Bolsonaro deverá lançar o Programa de Crescimento Verde, indicativo positivo para a COP26 de novembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) retoma os US$ 63 mil após cair na sexta-feira e outras criptomoedas sobem até 10% hoje; confira

Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo

UM OLHO NO GATO, OUTRO NO PEIXE

Como a encrencada Evergrande pretende se inspirar em Elon Musk para sair da draga

Depois de depositar dinheiro devido a credores externos, fundador fala em deixar em segundo plano os empreendimentos imobiliários para investir em setores considerados mais promissores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies