Menu
2019-11-20T16:22:49-03:00
Estadão Conteúdo
É dólar que sai

Fluxo cambial total em novembro até dia 14 é negativo em US$ 1,1 bilhão

Banco Central também informou que, no ano, o fluxo cambial até 14 de novembro ficou negativo em US$ 22,628 bilhões

20 de novembro de 2019
16:22
Notas de dólar
Imagem: Shutterstock

Depois de encerrar outubro com saídas líquidas de US$ 8,494 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 1,163 bilhão em novembro até o dia 14, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 2,830 bilhões no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 22,565 bilhões e de retiradas no total de US$ 25,395 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de novembro até o dia 14 é positivo em US$ 1,667 bilhão, com importações de US$ 5,717 bilhões e exportações de US$ 7,384 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,258 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,241 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 3,885 bilhões em outras entradas.

Total no ano

O fluxo cambial do ano até 14 de novembro ficou negativo em US$ 22,628 bilhões, informou o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 17,223 bilhões.

A saída pelo canal financeiro neste ano até 14 de novembro foi de US$ 37,866 bilhões. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 477,135 bilhões e de envios no total de US$ 515,001 bilhões.

No comércio exterior, o saldo anual acumulado até 14 de novembro ficou positivo em US$ 15,238 bilhões, com importações de US$ 154,897 bilhões e exportações de US$ 170,135 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 28,525 bilhões em ACC, US$ 47,596 bilhões em PA e US$ 94,013 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial líquido registrado na semana passada (de 11 a 14 de novembro) ficou negativo em US$ 1,418 bilhão, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 1,509 bilhão na semana, resultado de aportes no valor de US$ 9,305 bilhões e de envios no total de US$ 10,816 bilhões.

No comércio exterior, houve entrada líquida na semana passada de US$ 91 milhões, com importações de US$ 2,504 bilhões e exportações de US$ 2,593 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 525 milhões em ACC, US$ 538 milhões em PA e US$ 1,532 bilhão em outras entradas.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Azul da cor do céu

Azul encerra 2020 com prejuízo de R$ 4,6 bilhões, mas com dinheiro em caixa

Com quase R$ 4 bilhões em caixa, o CEO da empresa acredita que na retomada para 2021 com boas perspectivas

o futuro já começou

Em breve, BRF vai vender carne cultivada em laboratório

Empresa assina memorando de entendimentos com startup israelense que desenvolve e produz carne a partir de células de boi

Exile on Wall Street

Uma dica de leitura e um pedido de ajuda

Conforme falei no Puro Malte, tenho muita dificuldade de ler livros de não ficção, especialmente em se tratando de Economia e Finanças. Boa parte desses livros caberia em dez páginas, sem qualquer demérito. As melhores ideias – simples e impactantes – conseguem se fazer entender em dez páginas. No entanto, por pressão do editor ou vaidade do […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 2% com avanço da PEC emergencial e votação do 2º turno ainda hoje; dólar recua

A queda no rendimento dos Treasuries no exterior também provoca uma reação positiva nos mercados emergentes. Lá fora, o mercado aguarda a fala de Jerome Powell na parte da tarde

óleo quente

Na frigideira, André Brandão deve deixar comando do Banco do Brasil

Notícias na mídia apontam nomes que podem substituir atual presidente do banco, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies