Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-22T10:11:33-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

BC vende US$ 550 milhões em leilão à vista de dólar

Com venda integral do lote ofertado, não teremos, hoje, o leilão de swap tradicional. Mercado trocou swap por dólar de verdade

22 de agosto de 2019
10:11
pá-de-dolares
Imagem: Shutterstock

O Banco Central (BC) fez a segunda operação de venda de dólar no mercado à vista. Todo o lote de US$ 550 milhões foi colocado. Ontem, na primeira operação, o volume tinha sido de US$ 200 milhões.

O dólar comercial operava na linha de R$ 4,04, com alta de 0,31% quando o leilão foi anunciado, às 9h30. Por volta das 10 horas, a moeda era negociada a R$ 4,0239, com queda de 0,15%.

Com a colocação integral, o BC não fará a tradicional rolagem dos swaps cambiais, que equivalem à venda de dólar futuro. O mercado trocou os swaps por dólares de verdade. Junto dessa operação à vista também foi feita a colocação de swaps reversos, que equivalem à compra de dólar futuro. Para simplificar o entendimento, cada swap reverso “cancela” um swap tradicional, sobrando a operação à vista.

O BC vai realizar essas operações até o dia 29 de agosto, com o objetivo de fazer a rolagem dos US$ 3,8445 bilhões (76.890 contratos) que vencem em outubro. A grande dúvida é se o BC seguirá fazendo essa troca de swaps por dólar após fechar essa operação, que foi anunciada na semana passada.

Quer entender o funcionamento de cada instrumento? Veja as matérias abaixo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Coluna do jojo

Mercados hoje: Em terra de Copom, quem sobe os juros é rei

Para hoje, além da continuidade da temporada de resultados com pesos pesados – por aqui, esperamos nomes como Gerdau, Banco do Brasil e Petrobras –, mais pesquisas de opinião sobre o sentimento empresarial estão por vir

O melhor do seu dinheiro

O que mexe com seu dinheiro: bolão do Copom na bolsa, novo fundo da Inter, IPO da Raízen e mais

Bem, amigos do Seu Dinheiro. Hoje é dia de decisão! Com o desfalque do diretor Bruno Serra, que testou positivo para a covid-19, o Banco Central entra em campo nesta quarta-feira para definir a taxa básica de juros (Selic). Haja coração! As reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) são para a imprensa econômica o […]

Cliente difícil

Barrada na alfândega: Carne de unidade da BRF não é mais bem vinda na China

País asiático suspende compra de produtos suínos e de aves processados na unidade de Lucas do Rio Verde (MT), alegando problemas no transporte

Esquenta dos Mercados

Pré-mercado: cautela antes da decisão do Copom e risco fiscal devem dividir atenção com balanços do dia

Em meio ao exterior positivo, bolsa brasileira deve lidar com cenário interno de incertezas quanto ao teto de gastos

Preparar para decolagem

Renovação total: Gol faz acordo para adquirir aviões novos; veja os detahes

Presidente da companhia aérea afirma que movimento é uma antecipação à esperada retomada da demanda por viagens após a pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies