Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-28T12:51:12-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Tiro para todo lado

BC fez quatro leilões diferentes de dólar agora pela manhã

Tivemos baixa colocação de dólar à vista, o que levou o BC a fazer rolagem de swaps. Também aconteceu rolagem de US$ 1,5 bilhão em linhas

28 de agosto de 2019
12:51
pá-de-dolares
Imagem: Shutterstock

A primeira metade do pregão de dólar foi movimentada por quatro diferentes intervenções do Banco Central (BC). Todas elas, no entanto, previamente anunciadas. Não tivemos, ao menos ainda, um leilão surpresa como o anunciado ontem. Por volta das 12h40, o dólar rondava a estabilidade, a R$ 4,1557 (Veja a cobertura de mercados).

Vamos pela ordem. A primeira operação foi o leilão de até US$ 550 milhões no mercado à vista, conjungado com a oferta de swaps reversos (que equivalem à compra de dólar futuro) no mesmo montante. Resultado: foram colocados apenas US$ 25 milhões à vista e o mesmo montante de swap.

Como essa operação faz parte da rolagem dos swaps que vencem em outubro, o que o BC não conseguiu colocar no mercado à vista é ofertado ao mercado em swaps tradicionais (que equivalem à venda de dólar futuro). Resultado: todo o lote remanescente, de US$ 525 milhões (10.500 contratos), foi rolado para julho de 2020.

Além dessas três operações, que são “casadas”, também foi feita a rolagem de linhas com compromisso de recompra que vencem na virada do mês. O volume ofertado nessa operação, que é uma espécie de empréstimo das reservas internacionais, foi de US$ 1,5 bilhão. Todo o lote foi rolado para novembro.

É possível que o BC faça outra rolagem de linha, já que o montante vincendo em setembro soma US$ 3,8 bilhões. Teremos a resposta por volta das 18 horas de hoje. O que não for rolado tem de ser comprado no mercado e devolvido ao BC.

Saldo total

Até o momento, da rolagem de outubro, de cerca de US$ 3,5 bilhões, o BC colocou US$ 2,425 bilhões à vista e rolou US$ 875 milhões em swaps. Lembrando que cada swap reverso “cancela” um swap tradicional. Por isso temos a troca de swaps por dólar à vista. Amanhã teremos a última oferta da rolagem de outubro, de US$ 550 milhões.

O BC também já comunicou que pretende manter esse formato de rolagem, com troca ou não de swaps a depender da demanda, ao longo de setembro. O montante a vencer equivale a US$ 11,6 bilhões.

Quer entender a diferença entre leilão à vista, swap, swap reverso e linha? Veja esse texto aqui.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

parecer do relator da reforma

Dividendos recebidos por fundos de investimento; veja novas mudanças em 4 pontos

Relator da reforma do Imposto de Renda inseriu em seu parecer a previsão de que os lucros e dividendos recebidos por fundos de investimento serão tributados em 5,88%

seu dinheiro na sua noite

Com alta da Petrobras, Ibovespa fecha terça no azul; veja os destaques

Dia teve tanto o Ibovespa quanto o dólar em uma verdadeira montanha-russa, mas altas de Vale e Petrobras garantiram fechamento no azul

FECHAMENTO DO DIA

Vale puxa o Ibovespa e garante alta do dia, mas dólar avança com temores fiscais na véspera do Copom

Em Nova York, a volatilidade foi mais comedida. No Brasil, o conturbado cenário interno trouxe dor de cabeça e tensão para o Ibovespa e o câmbio

Chama o Max!

Como ter renda extra através de ações? Max Bohm explica os diferentes tipos de proventos!

Já pensou viver de renda? É o sonho de muitos brasileiros. Max Bohm, analista da Empiricus, explica quais são os diferentes tipos de proventos recebidos por um acionista. Confira agora!

Com preço no piso da faixa indicativa, Raízen movimenta R$ 6,9 bilhões no IPO; veja o que vem a seguir para esta ação

Ação da produtora de açúcar e álcool e dona dos postos Shell é precificada a R$ 7,40 e começará a ser negociada no próximo dia 5

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies