Menu
2019-06-17T18:43:22-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

Banco Central anuncia rolagem de linha de dólar na terça e quarta-feira

Serão ofertados até US$ 2 bilhões por dia visando rolar US$ 3,375 bilhões que venceriam no começo de julho

17 de junho de 2019
18:43
dólar leilão
Imagem: Shutterstock

Repetindo estratégia já adotada no mês passado, o Banco Central (BC) anunciou que fará a rolagem de linhas de dólar com compromisso de recompra que venceriam em 2 de julho. O montante vincendo é de US$ 3,375 bilhões.

Serão feitos leilões na terça e quarta-feira, cada um com oferta máxima de até US$ 2 bilhões. As datas ofertadas para rolagem são outubro e dezembro de 2019. As operações ocorrerão entre 10h15 e 10h35.

Por se tratar de rolagem, não temos “dinheiro novo” entrando no mercado. Nesse tipo de atuação o BC “empresta” os dólares das reservas internacionais que terão de ser devolvidos posteriormente. Quando opta pela rolagem, o BC se mantém neutro no mercado, que vai avaliar se devolve os dólares para o BC ou se alonga a operação.

O estoque de linhas em aberto é de pouco mais de US$ 9 bilhões. Além dos US$ 3,375 bilhões que vencem em julho, há US$ 1,9 bilhão para 2 de agosto, US$ 1,624 bilhão em 3 de janeiro de 2020 e US$ 2,126 bilhões em 2 de abril de 2020.

Em junho, o BC anunciou essa “rolagem antecipada” no dia 17, logo depois de o dólar voltar a ser negociado acima dos R$ 4. Normalmente, as rolagens vinham sendo feitas no fim do mês.

Nesta segunda-feira, o dólar comercial encerrou o dia praticamente estável, negociado a R$ 3,8995.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Otimismo cauteloso

Lucro da Movida tomba 94% no segundo trimestre, mas CFO espera recuperação: ‘Carro sai mais forte’

Companhia está “cautelosamente otimista”, diz Edmar Lopes Neto, que prevê crescimento da frota e atesta recuperação da demanda

listagem no novo mercado

Caixa Seguridade protocola retomada de IPO na CVM e listagem na B3

Caixa Seguridade informou que a controladora protocolou perante ao órgão e à B3 o pedido de retomada do registro de IPO de ações ON

números da pandemia

Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados

Ontem o painel trazia 103.026. Ainda há 3.454 óbitos em investigação

seu dinheiro na sua noite

O Ibovespa entre o Céu e o Inferno

Desde que ultrapassou novamente os 100 mil pontos, em meados de julho, o Ibovespa tem ficado meio… de lado. Essa é a expressão usada no mercado quando um índice ou ativo fica nesse “chove não molha”: sobe um pouquinho, cai um pouquinho, mas sempre rondando o mesmo patamar. E não é que o noticiário esteja […]

Resultados do trimestre

Marfrig, Ultrapar e os balanços que mexem com o mercado

A temporada de balanços dos resultados do segundo trimestre esquenta com a divulgação dos resultados de seis empresas com ações no Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements