IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-04T14:17:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Olha a bomba!

Líderes de partidos na Câmara concordam em votar PEC que aumenta o poder do Congresso sobre o Orçamento

Projeto de 2015 foi ressuscitado pelos deputados em meio à crise política com o governo e pode ir a plenário já nesta terça-feira

26 de março de 2019
15:35 - atualizado às 14:17
camara-dos-deputados
Câmara dos Deputados - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Num momento de embate entre o Congresso e o Palácio do Planalto, lideranças da Câmara decidiram nesta terça-feira, 26, pôr em votação uma Proposta de Emenda à Constituição de 2015 que tem o potencial de tornar todo o Orçamento da União impositivo. Na prática, isso significa que o governo terá de executar obrigatoriamente as despesas aprovadas pelo Legislativo, algo que vai na contramão do chamado "Pacto Federativo", que desvincula as despesas obrigatórias do orçamento e é defendido por Paulo Guedes.

Hoje, o Orçamento é apenas autorizativo, e a equipe econômica pode redefinir alguns gastos. A proposta do deputado Hélio Leite (DEM-PA), até então adormecida, já foi aprovada pelas comissões da Casa e está pronta para ir ao plenário. O texto ainda obriga o governo a aplicar 1% da Receita Corrente Líquida (RCL) em emendas coletivas. Atualmente, não há na Constituição previsão de obrigatoriedade para emendas de bancada, embora os parlamentares tenham inserido isso nas últimas Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDOs).

A inclusão da medida na pauta do dia foi definida em reunião realizada no início desta tarde na Câmara, logo após a divulgação de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não iria mais comparecer nesta terça a uma reunião na Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ). A decisão das lideranças também ocorre após o governo anunciar um corte de R$ 29,8 bilhões no Orçamento deste ano.

Segundo lideranças ouvidas pelo Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o projeto acaba com a discricionariedade, e todo o Orçamento passa a ser impositivo. Houve consenso na reunião das lideranças para a inclusão do projeto na pauta de votações. O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), não estava presente ao encontro, nem a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP). O líder do PSL, delegado Waldir (PSL-GO), estava presente, mas não ofereceu resistência, segundo relatos de pessoas presentes à reunião.

O projeto aumenta o poder do Congresso, que vive uma crise intensa com o governo de Jair Bolsonaro. "É o resgate das nossas prerrogativas", afirmou o líder do DEM, Elmar Nascimento (BA). Segundo o deputado, pela proposta, as regras para destinação de emendas serão definidas pelos colegiados do Congresso, como a Comissão Mista de Orçamento (CMO). Caso o Executivo queira alterar alguma destinação, precisará fazer por meio de projeto de lei que precisará de aprovação dos parlamentares.

O projeto considera obrigatória, ressalvado impedimento técnico e observadas as limitações fiscais, a execução de programações que integrem políticas públicas e metas prioritárias, observado o plano plurianual e a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Retaliação? Que nada!

Alinhado com os líderes, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), concordou em pautar a proposta no plenário da Casa ainda hoje. "Todos pediram para votar, ninguém ficou contra. Então acho que é o poder legislativo reafirmando suas atribuições", disse.

Ele negou que a decisão seja uma retaliação ao governo e disse que todos os partidos concordaram em pautar, inclusive o PSL. "Uma atribuição mais importante para o Legislativo é o Orçamento. O Congresso aprova e o Executivo executa. É assim em qualquer democracia. A proposta só vem terminar de ajustar isso", disse.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

BOLSOS CHEIOS

Dividendos e JCP: Itaú (ITUB4) anuncia pagamento de proventos; confira valores e prazos

28 de novembro de 2022 - 20:34

A distribuição será realizada até 28 de abril de 2023; provento considera a incidência de 15% de imposto de renda retido na fonte

EXILE ON WALL STREET

O raio não cai duas vezes no mesmo lugar: das big techs à PEC da Transição

28 de novembro de 2022 - 19:50

Do lado das big techs, é difícil reconhecer o próximo bull market. Do lado da PEC da Transição, estamos emperrados no valor a ser considerado fora do teto e o prazo.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

PEC da Transição é protocolada no Senado, os protestos na China e projeções para 2023; confira os destaques do dia

28 de novembro de 2022 - 19:25

Sem grandes divulgações econômicas marcadas para esta segunda-feira (28) e com um jogo da seleção brasileira no início da tarde, o dia foi morno para a B3.  Assim como no jogo de estreia do time do técnico Tite, as negociações não foram interrompidas enquanto a bola rolava, mas a falta de novidades no cenário político […]

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras (PETR4) evita queda maior, mas Ibovespa recua antes de apresentação da PEC da Transição; dólar e juros também caem

28 de novembro de 2022 - 19:09

Com o volume de negociações menor no Ibovespa, o índice ficou próximo do zero a zero, aguardando detalhes sobre a PEC protocolada apenas no fim da tarde

TEMORES CONFIRMADOS?

Lula vai barrar venda de ativos da Petrobras (PETR4)? Primeira reunião da estatal com equipe de transição indica que sim, mas apenas em casos especiais; veja quais

28 de novembro de 2022 - 19:05

A equipe enviará um ofício ao Ministério de Minas e Energia para adiar os desinvestimentos até que o presidente eleito tome posse

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies