Menu
2019-05-21T06:59:22-03:00
Estadão Conteúdo
mais atrito?

Heleno admite risco de Congresso alterar estrutura administrativa do governo

O ministro disse esperar que os parlamentares tenham bom senso e reflitam sobre os impactos que tais alterações poderão trazer para o futuro do País

21 de maio de 2019
6:55 - atualizado às 6:59
Augusto Heleno
"O presidente da República é incapaz de 'gestionar' 29 ministérios, 22 já é duro", disse o ministro do Gabinete de Segurança Institucional - Imagem: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, admitiu nesta segunda-feira, 20, que há riscos do Congresso alterar a Medida Provisória da reforma administrativa e obrigar o Executivo a recriar alguns ministérios. Para ele, a matéria está "acima de conceitos ideológicos, do conceito de facção e de grupos". O ministro disse esperar que os parlamentares tenham bom senso e reflitam sobre os impactos que tais alterações poderão trazer para o futuro do País.

"Risco há, espero que não seja risco provável, mas ele existe. Eu acredito que uma nuvem de bom senso mostra que isso é contra tudo o que foi conversado, o que foi tratado. Vai contra 99% dos brasileiros. O problema todo que estamos tendo é de gestão. O presidente da República é incapaz de 'gestionar' 29 ministérios, 22 já é duro", disse.

A medida provisória 870 foi editada no primeiro dia de mandato de Bolsonaro e criou a sua estrutura administrativa, com 22 ministérios. Se ela não for aprovada pelo Congresso até 3 de junho, perderá a validade. Nesse cenário, o governo poderá ter de recriar até dez ministérios. Há um movimento na Câmara para deixar que a medida perca a validade, mas o governo tem atuado diretamente para evitar uma derrota.

Para Heleno, uma mudança na medida seria algo "criminoso" e traria problemas para o futuro do País. "Há uma alternância de poder, alguns partidos não admitem mas há, então eu sou você amanhã. Quando precisar defender isso daí, vai ser difícil", disse.

O ministro também comentou as recorrentes reclamações dos parlamentares de não terem interlocução direta com o presidente ou com outros ministros. Para ele, Bolsonaro sempre esteve aberto ao Congresso. "Mas o dia tem 24 horas. Não tem jeito. É complicado. Isso impede que ele tenha tanta flexibilidade. Tenho certeza que ele receberia todo mundo porque isso foi o chão dele por muito tempo. Todo mundo quer mais consideração, quer mais afeto. Todo mundo é carente", disse.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

fique de olho

Telefônica Brasil paga R$ 630 milhões em juros sobre capital próprio

Valor tem retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 535,5 milhões, com base no balanço patrimonial de 31 de maio de 2021

seu dinheiro na sua noite

A escalada dos juros e o impacto nos seus investimentos

Os horizontes do atual ciclo de escalada dos juros no Brasil já começam a ficar mais claros, assim como os contornos da política monetária americana.  Hoje os investidores trataram de se ajustar aos sinais enviados pelos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na “Super Quarta” de ontem. O mercado de juros rumou para […]

ampliando o portfólio

JBS conclui a aquisição de empresa de produtos à base de plantas Vivera na Europa

Transação inclui três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

atenção, acionista

Vale anuncia pagamento de dividendos; confira os valores

Segundo a mineradora, será considerada a posição acionária de 23 de junho de 2021; empresa passa por bom momento

retomada

Produção de aço cresce 20,3% de janeiro a maio

De janeiro a maio, as vendas internas foram de 10 milhões de toneladas, o que representa uma alta de 46,4% quando comparada com o apurado em igual período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies