Menu
2019-10-14T14:30:33-03:00
Apoio declarado

Em podcast, Maia diz que decisão do governo de transferir Coaf para BC é boa

Presidente da Câmara afirmou também que a Casa irá discutir a proposta de autonomia do Banco Central

19 de agosto de 2019
19:39 - atualizado às 14:30
Rodrigo Maia
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, 19, que a decisão do governo de transferir o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia para o Banco Central é "uma boa decisão". Para ele, o órgão não pode "ficar bisbilhotando a vida dos outros".

"A medida provisória do Coaf é muito importante que a gente gere uma estrutura de forma clara e independente. O órgão é uma estrutura de Estado e não de governo. Ninguém pode ficar bisbilhotando a vida dos outros, tem regras e as regras são feitas, as leis são feitas para que todos cumpram. No setor público o servidor tem de cumprir as leis", disse em seu Podcast semanal publicado nesta segunda.

A medida provisória com a mudança deve ser assinada pelo presidente Jair Bolsonaro nos próximos dias. A intenção, segundo o próprio presidente já afirmou, é tirar o Coaf do "jogo político". A MP ainda está em análise no Palácio do Planalto. Para Maia, o Banco Central é um "órgão técnico".

O presidente da Câmara afirmou também que a Casa irá discutir a proposta de autonomia do Banco Central. De acordo com ele, o texto sobre a questão já está organizado. "Nós temos muita confiança que o presidente tem esse foco de como vamos de fato atender melhor o brasileiro", disse.

Maia disse ainda que o presidente do BC, Roberto Campos Neto, quer discutir com o Congresso uma nova lei cambial, a redução do spread bancário e a remuneração do depósito bancário.

Comissão de saneamento

O presidente da Câmara anunciou também, em seu podcast semanal, que instalará na próxima quarta-feira, 21, a comissão especial que analisará o projeto de lei que institui um novo marco legal para o saneamento básico no País. A proposta será relatada pelo deputado Geninho Zuliani (DEM-SP) e o presidente do colegiado será o deputado Evair de Melo (PP-ES).

De acordo com Maia, a comissão deverá analisar a proposta em, no máximo, quatro semanas. "O Senado votou um texto, mas a gente precisa fazer algumas mudanças. O governo mandou outro projeto, por isso é importante a criação da comissão especial. Vou estar presente para mostrar a importância e a urgência desse tema. Já estamos atrasados", disse.

Esporte

Maia afirmou ainda que fará uma reunião na quarta para discutir o projeto de lei que trata da modernização do futebol. "A modernização não é apenas pelo interesse econômico do futebol, é também pelo interesse social. Hoje o futebol representa menos de 1% do nosso PIB", disse.

O presidente da Câmara defendeu que haja uma valorização com mais investimentos nos atletas de base. "Na hora que a gente coloca dinheiro aqui, a gente faz um projeto social onde os clubes vão ter mais recursos para investir na base e é isso que vai valorizar o capital daqueles que vão ter a atração de investir no futebol", disse.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Oportunidade para o investidor

Conselho da Iguatemi aprova emissão de R$ 264 milhões em debêntures

Trata-se da oitava emissão dos títulos pela empresa, que serão negociados em série única e vinculados a uma emissão de CRI

Seu Dinheiro na sua noite

O que mudou e o que não mudou na bolsa

Quando surgiram as primeiras notícias sobre o surto do coronavírus na China, havia poucos elementos para afirmar se estávamos ou não diante de uma crise de saúde de proporções globais. Hoje já não temos mais dúvidas disso. A dolorosa queda de 7% da bolsa na quarta-feira de cinzas marcou a passagem da incerteza que tínhamos […]

É dólar na veia

Na luta para conter o dólar, Banco Central anuncia oferta de US$ 1 bilhão em contratos de swap nesta sexta-feira

Negociação será realizada na bolsa entre 9h30 e 9h40 e deve contemplar até 20 mil contratos

Dados do Banco Central

Reservas internacionais subiram US$ 976 milhões no dia 26 de fevereiro, para US$ 360,578 bilhões

Resultado reflete sobretudo a oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas

Menor nível em quatro meses

Pressionado pelo coronavírus, Ibovespa cai mais 2,59% e fecha na mínima do dia; dólar sobe a R$ 4,47

O mercado até ensaiou um movimento de recuperação no meio da tarde, mas a cautela com o surto de coronavírus prevaleceu, derrubando o Ibovespa — apenas quatro ações do índice fecharam em alta. O dólar cravou mais uma máxima

No radar

Abimaq diz não ter dado que indique desabastecimento por causa do novo coronavírus

Setor de máquinas está promovendo ações preventivas para evitar qualquer risco de desabastecimento

Negócio em aberto

Bayer concorda com nova revisão sobre aquisição da Monsanto

Empresa vai permitir que um especialista independente revise suas regras e examine os seus principais negócios

Enchentes

Chuvas de fevereiro dão prejuízo de R$ 203 milhões ao comércio do sudeste, diz CNC

Mais da metade do rombo foi concentrado no Estado de São Paulo

Não vai dar

Facebook e Microsoft cancelam participação em eventos por temor com coronavírus

Sony, Electronic Arts e Unity Technologies também já tinham informado que não participariam de conferência

Embraer monitorada

S&P mantém rating BBB da Embraer em observação para eventual rebaixamento

Avaliação reflete a aprovação ainda pendente da Comissão Europeia sobre o acordo entre a empresa brasileira e a Boeing, diz agência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements