Menu
2019-06-05T15:13:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Como ficam as canetadas?

Câmara faz maratona e aprova em dois turnos PEC que muda prazos para medidas provisórias

Deputados fecharam um acordo para quebrar o prazo de interstício e votar os dois turnos já na sessão de hoje

5 de junho de 2019
15:13
Plenário da Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados - Imagem: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Por unanimidade em dois turnos, a Câmara aprovou nesta quarta-feira, 5, a proposta de emenda à Constituição 70/2011 que altera a tramitação das medidas provisórias no Congresso e pode fazer com as MPs percam sua validade mais rapidamente.

No segundo turno, foram 351 votos a favor e nenhum contra. No primeiro, foram 394 votos a favor e uma abstenção.

Os deputados fecharam um acordo para quebrar o prazo de interstício e votar os dois turnos na sessão de hoje. Agora, a matéria volta ao Senado, sua casa de origem, já que foi modificada pela Câmara.

O texto aprovado foi uma emenda do Bloco PP. A proposta estabelece que a comissão mista terá 40 dias para analisar a MP. A Câmara também terá 40 dias e o Senado, 30 dias.

Caso o texto da MP seja alterado pelos senadores, os deputados terão mais 10 dias para analisar as mudanças. Caso a medida não seja votada dentro do prazo em uma das etapas, ela perderá a validade.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Mortes somam mais de 255 mil e casos, quase 10,6 milhões

Em 24 horas, foram registrados 778 óbitos e 35.743 novos infectados pela covid-19, segundo Ministério da Saúde

Bitcoin no mundo

Sem meio termo: bitcoin pode virar moeda universal ou implodir, afirma Citibank

Entre as dificuldades de adoção da moeda, estão a melhoria dos sistemas digitais e a alta especulação em torno do ativo

DINHEIRO NO BOLSO

Rede D’Or e Irani vão pagar JCP e dividendos; saiba como receber

JCP não são isentos de imposto de renda para os acionistas, sendo tributados na fonte a uma alíquota de 15%

Esquenta dos Mercados

Alteração na regra de contribuição sobre o lucro dos bancos pode afetar bolsa hoje

Exterior pouco favorável e cenário interno caótico podem ser um entrave para o investidor no dia de hoje

resposta

Bolsonaro zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha e aumenta imposto sobre bancos

Para compensar renúncia, governo aumenta CSLL sobre bancos e altera regras de IPI para a compra de veículos por pessoas com deficiência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies