Menu
2019-10-02T17:47:28-03:00
Estadão Conteúdo
Que tal um voo para Buenos Aires?

Companhia aérea argentina Flybondi tem mais 15 destinos brasileiros no radar

Empresa, que se apresenta como “ultra low cost”, já diz ter recebido uma espécie de “pré-aprovação” para essas rotas

2 de outubro de 2019
15:34 - atualizado às 17:47
Flybondi, companhia aérea ultra low cost
Flybondi, companhia aérea ultra low cost - Imagem: Shutterstock

Estreante no mercado brasileiro, a aérea argentina Flybondi já mapeou 15 destinos que gostaria de voar no País a partir de Buenos Aires, envolvendo 99 rotas, além dos dois para os quais já está vendendo passagens - Rio de Janeiro e Florianópolis.

Segundo o diretor comercial Mauricio Sana Saldaña, a empresa que se apresenta como "ultra low cost" já recebeu uma espécie de "pré-aprovação" para essas rotas, que incluem capitais como Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Recife.

Agora, fará uma análise aprofundada de cada mercado para definir suas prioridades antes de formalizar pedidos de voos junto às autoridades.

Entre esses destinos, está São Paulo, um dos maiores mercados da América Latina. O executivo da Flybondi reitera que há interesse em operar voos para o Estado, seja em Guarulhos ou Viracopos. Mas ele explica que, antes de tomar esse passo, a empresa quer trabalhar sua marca e se fazer mais conhecida entre os brasileiros.

Uma das cinco empresas de baixo custo que vieram ao País desde a desregulação do despacho de bagagem, a argentina Flybondi começa a voar entre o Rio de Janeiro (Aeroporto do Galeão) e Buenos Aires (El Palomar) neste mês.

Nesta quarta-feira, 02, a companhia lançou uma ação promocional e está vendendo passagens na rota a R$ 1 mais taxas, somando aproximadamente R$ 123 por trecho.

Outra rota já anunciada pela empresa é Buenos Aires-Florianópolis: o primeiro voo decola em 20 de dezembro, e também conta com preços competitivos, mais baixos do que os da concorrência. Considerando as duas cidades, já estão programados 230 voos (400 por ano, se contados até setembro de 2020) e 44 mil assentos (de 75 mil anuais). No total, já foram vendidos 20 mil assentos dos voos nas duas rotas até o final de março.

A Flybondi começou suas atividades no ano passado e hoje conecta 17 destinos argentinos, além de voar para Assunção (Paraguai) e para Punta Del Leste (Uruguai) na temporada. A companhia diz ter 9% do mercado argentino e ocupação média dos voos acima de 80%. Em 18 meses de operações, a aérea já transportou cerca de 2 milhões de passageiros - destes, cerca de 20% nunca haviam voado antes.

Saldana conta que os planos iniciais da empresa foram afetados pela piora da situação econômica da Argentina. A meta de expandir sua frota de 5 para 10 aviões 737-800 NG até o fim deste ano foi postergada. "Se as coisas (na Argentina) se estabilizarem, deve haver aquecimento", diz o executivo.

Vendendo-se como ultra low cost, a Flybondi comercializa passagens aéreas a preços muito inferiores aos de empresas tradicionais.

O sucesso desse modelo de negócio, defendem os executivos, é diluir os custos com operações mais eficientes, incluindo mais assentos nas aeronaves e cobrando por serviços adicionais, como marcação de assentos e despacho de bagagem (bagagens de cabine também não estão inclusas no bilhete).

Além isso, opera no aeroporto de pequeno porte El Palomar, que é dedicado aos voos low cost. A aérea sustenta que, comparando suas operações com empresas não low cost em igualdade de condições, a eficiência de custo por passageiro é 64% maior.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De volta para a fase amarela

Um dia após eleições, governo de SP anuncia medidas mais duras de isolamento

Até o último domingo (29), o estado de Sã Paulo acumulava uma alta de 8,9% no número de casos da doença no último mês.

Fundos imobiliários

Primeiro ETF do IFIX começa a ser negociado nesta segunda-feira

B3 e XP lançam fundo de índice referenciado no IFIX, o Índice de Fundos Imobiliários. Trend IFIX terá taxa de administração de 0,3% ao ano

Conversão em tempo real

Banco híbrido Capitual passa a permitir saques de criptomoedas em caixas eletrônicos

O Capitual é um banco digital que oferece serviços bancários tradicionais para Pessoas Físicas e Jurídicas, a possibilidade de negociação de oito criptomoedas, quatro moedas fiduciárias e ouro

Na pandemia

Dívida bruta do governo geral fica em 90,7% do PIB em outubro, diz BC

Na esteira do aumento dos gastos dos governos para fazer frente à pandemia do novo coronavírus, a dívida pública brasileira acelerou em outubro. Dados divulgados nesta segunda-feira, 30, pelo Banco Central mostram que a Dívida Bruta do Governo Geral fechou outubro aos R$ 6,575 trilhões, o que representa 90,7% do Produto Interno Bruto (PIB). O […]

Fundos imobiliários

Liberado a partir desta segunda, aluguel de cota de FII permite ao investidor ganhar mesmo na baixa

Medida permite a cotistas de FII emprestarem suas cotas em troca de remuneração e a investidores de curto prazo operarem vendidos, apostando na queda dos fundos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies