MAGAZINE LUIZA VAI CONTINUAR SUBINDO? Após alta de 80% em agosto, confira 5 respostas definitivas sobre o futuro da ação clicando aqui.

2019-04-16T09:32:13-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Mercado de capitais

Centauro capta R$ 772 milhões no primeiro IPO do ano na bolsa brasileira

O preço por ação da SBF, dona da varejista de produtos esportivos, foi definido em R$ 12,50, pouco acima do mínimo da faixa indicativa. Ações da empresa estreiam na B3 na quarta-feira

15 de abril de 2019
19:17 - atualizado às 9:32
Grupo SBF
Loja da Centauro: varejista faz primeiro IPO de 2019 - Imagem: Shutterstock

A varejista de produtos esportivos Centauro será a primeira empresa a abrir o capital na bolsa brasileira neste ano. O IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial de ações) movimentou até R$ 772 milhões.

O preço por ação da SBF, dona da Centauro, foi definido em R$ 12,50, pouco acima do mínimo da faixa indicativa, que variava de R$ 12,10 a R$ 14,70.

O volume final do IPO será definido com o exercício ou não do lote suplementar, que pode acontecer nos próximos 30 dias. As ações da empresa estreiam na B3 nesta quarta-feira, sob o código  "CNTO3".

A Centauro pretende usar parte dos recursos captados no IPO para pagar dívidas com alguns dos bancos que coordenam a oferta, como Bradesco BBI, o Itaú BBA e o BB Investimentos.

Para reduzir a possibilidade de um conflito de interesses, o BTG Pactual atuou como coordenador adicional da operação. Além dos quatro bancos, o Goldman Sachs e o Credit Suisse atuam na oferta.

Outra parcela do dinheiro obtido no IPO será usado na abertura e reforma de lojas da Centauro, que possui uma rede com 192 unidades, localizadas principalmente em shoppings.

No ano passado, a varejista registrou lucro líquido de R$ 148,7 milhões, queda de 38,3% em relação ao resultado de 2017. A receita líquida, porém, aumentou 15,6%, para R$ 2,275 bilhões.

O grupo SBF é controlada atualmente por Sebastião Vicente Bomfim Filho, sócio-fundador e que detém 62% das ações, e pela GP Investimentos, que possui o controle dos 36% restantes. Nenhum dos dois sócios vendeu suas ações na oferta.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ESTRADA DO FUTURO

A Adobe acabou com sua maior ameaça, e mesmo assim as ações despencaram. Entenda o que aconteceu

22 de setembro de 2022 - 6:01

Aquisição da startup Figma chamou a atenção pelo preço: a empresa pagou US$ 20 bilhões por uma concorrente que, nos últimos 12 meses, faturou pouco mais de US$ 200 milhões

E LÁ VAMOS NÓS...

Mega Sena acumula de novo e prêmio vai a R$ 170 milhões. Mas é tão difícil assim acertar?

22 de setembro de 2022 - 5:57

Embora ninguém tenha cravado a faixa principal da Mega Sena, 202 apostadores acertaram 5 números e vão embolsar mais de R$ 54 mil

PRÉVIA DO BALANÇO

IRB (IRBR3) reduz prejuízo, mas permanece no vermelho em julho; veja como andam as finanças da companhia

21 de setembro de 2022 - 19:45

Apesar do tropeço em julho, o IRB ganhou fôlego por alguns meses com uma recente oferta de ações que levantou R$ 1,2 bilhão

INTERNACIONALIZAÇÃO

Movida (MOVI3) vai a Portugal e compra a Drive on Holidays, empresa de locação de veículos leves; veja detalhes do negócio

21 de setembro de 2022 - 19:23

Considerando a dívida líquida de 11 milhões de euros em agosto de 2022, o valor total da aquisição foi de 55 milhões de euros, o equivalente a R$ 281 milhões

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Fed decepciona, Copom finaliza alta dos juros e a nova janela para IPOs; confira os destaques do dia

21 de setembro de 2022 - 19:03

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central informou há pouco que a nossa escalada de juros chegou ao fim, mas o Federal Reserve ainda vive momentos de muita incerteza.  Nesta tarde, o banco central americano anunciou a terceira elevação de 0,75 ponto percentual consecutiva da taxa básica, colocando-a na faixa entre 3,00% a 3,25% ao ano. […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies