Menu
PUBLICAÇÕES SOBRE
B3
Publicações
De olho nos números

Cyrela, MRV, B3, BRF e Suzano: os balanços que vão movimentar os mercados nesta sexta-feira

Fique por dentro de todos os principais resultados das companhias de capital aberto

As ações favoritas do mercado

Que ação seria o ‘Roger Federer’ do Top 3 das corretoras em agosto?

Dentre os papéis das empresas negociadas no Ibovespa, algumas companhias costumam se destacar com frequência entre as indicações das corretoras. Confira as principais recomendações de ações para agosto

gosto ou desgosto?

Banco do Brasil, BRF, Braskem, B3, MRV e mais 14 empresas para ficar de olho nesta semana

O que agosto reserva para as empresas que divulgam os seus resultados do segundo trimestre? Confira as principais expectativas dos analistas para Banco do Brasil, B3, Braskem, BRF, MRV e mais 14 empresas que apresentam os seus números nesta semana

A alta governança

Castello Branco diz ser “irrelevante” Petrobras estar em grupo seleto de estatais da B3

Grupo foi criado em 2015 no auge da Operação Lava Jato para destacar empresas que possuem maior transparência e governança

mais uma pra somar

B3 inclui ações da Intermédica em prévia do Ibovespa

Operadora de saúde abriu capital em abril de 2018 e viu seus ativos valorizarem 78% nos últimos 12 meses; nesta quinta, eram cotados a R$ 43

DE OLHO NO GRÁFICO

A influência dos insiders no mercado – e 8 ações com recomendação de venda

Insider trading – o ato de operar no mercado com informações privilegiadas – pode bagunçar as previsões dos gráficos; o analista técnico Fausto Botelho fala um pouco sobre isso e ainda indica 8 ações para vender

Mercados

Morgan Stanley acha que alta da bolsa americana acabou, mas Goldman Sachs avalia que sobe mais

Em briga de touros e ursos, vemos distintas leituras sobre lucratividade das empresas e como o esperado corte de juro pelo Fed vai bater no mercado de ações

Após privatização

B3 tira BR Distribuidora de programa de governança de estatais após privatização

Petrobras vendeu parte de sua participação na distribuidora em uma operação que movimentou R$ 9,633 bilhões. A estatal passou a deter 37,5% da empresa – antes, a participação era de 70,3%

Exile on Wall Street

Antes da crise generalizada, faça tudo que for impossível

Vejo pessoas inebriadas, extasiadas e absortas com os ganhos acumulados na renda fixa, sem perceber a crise que lhes aguarda à frente. Muitos ainda não se deram conta do tamanho do problema que têm às suas mãos.

de olho no follow on

Movida precifica ações em R$ 15 e oferta secundária chega a R$832,5 mi

Início das negociações das ações previstas na oferta estão marcadas para o próximo dia 29 de julho. O novo capital social da empresa passará a ser de R$ 2.046.641,60, dividido em 298.921.014 ações ordinárias.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements