🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
de olho nas cifras

Compras com cartões aumentam 18% em um ano e atingem R$ 461 bilhões no terceiro trimestre

Compras com cartões de crédito, débito e pré-pagos no ano até o fim de setembro tiveram valor transacionado de R$ 1,31 trilhão

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
26 de novembro de 2019
14:02 - atualizado às 14:03
Point Pro, maquininha de cartões do Mercado Pago
Point Pro, maquininha de cartões do Mercado Pago - Imagem: Sergio Zacchi/Divulgação

A compras com cartões no terceiro trimestre deste ano somaram R$ 461 bilhões, aumento de 18% na relação anual, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), que representa o setor de meios eletrônicos de pagamento.

As compras com cartões de crédito, débito e pré-pagos no ano até o fim de setembro tiveram valor transacionado de R$ 1,31 trilhão, expansão também de 18% na relação anual. Com isso, a entidade prevê que no ano o valor ficará acima de R$ 1,8 trilhão, conforme o previsto para 2019.

O presidente da entidade, Pedro Coutinho, destaca que para 2019 ainda é previsto que a participação dos pagamentos digitais no consumo das famílias deverá fechar em 43,5%. Já a representatividade do setor de cartões no Produto Interno Bruto (PIB) deverá ficar em 28%, segundo a Abecs.

"Mantemos nossa posição otimista quanto ao setor. A dinâmica da inovação, dos desafios e concorrência tem ocorrido diariamente. Todas as empresas estão se movimentando", afirmou Coutinho.

O executivo disse que a associação ainda não tem uma projeção do setor para 2020, mas a expectativa é de crescimento robusto, dadas as estimativas para a economia do País no ano que vem.

Considerando o período entre julho e setembro, o crédito movimentou R$ 291,6 bilhões, alta de 19,3%; em débito alcançou R$ 162,9 bilhões, aumento de 14%; e em pré-pago, que chegou a R$ 5,4 bilhões, alta de mais de 85%.

Em quantidade de transações no acumulado todas as modalidades de cartão juntas registraram 15,9 bilhões, crescimento de 17,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Abecs destacou que, em pesquisa realizada junto com o Instituto Datafolha, mostra que 48% dos usuários de cartão fazem compras pela internet, e o cartão de crédito responde por 82% dos pagamentos no e-commerce. Segundo o levantamento, o celular é o canal mais usado para as compras online.

A preferência pelo smartphone cresceu de 53% para 72%, entre 2017 e 2019, e continua muito acima dos demais canais, como o laptop (30%), o desktop (28%) e o tablet (4%).

Em volume financeiro, os pagamentos realizados pela internet, ao lado de outras compras não presenciais, já representam 21,5% dos pagamentos com cartões de crédito. Foram R$ 62,2 bilhões transacionados em canais remotos no terceiro trimestre, com crescimento de 26,6% em comparação com o mesmo período de 2018.

A mesma pesquisa aponta que 10% dos usuários de cartão já tiveram alguma experiência de pagamento por aproximação, com uso da tecnologia de aproximação, a NFC (Near Field Communication).

*Com Estadão Conteúdo 

Compartilhe

AINDA NA FASE BETA

Criptomoedas no crédito: Binance e Mastercard lançam cartão pré-pago na Argentina

4 de agosto de 2022 - 17:05

Ainda em fase de testes, os clientes podem fazer compras com criptomoedas, usando o cartão de crédito; a conversão da moeda digital em pesos argentinos acontece em tempo real

Mais roxo, menos vermelho

Sai da frente! Nubank deve ultrapassar Santander em compras no cartão no segundo trimestre

2 de agosto de 2022 - 12:54

Analistas do Goldman Sachs veem Nubank dobrando sua participação em transações com cartões no Brasil num intervalo inferior a dois anos

CARTÕES

O PIX vai acabar com as maquininhas de cartão? O Itaú BBA diz que não — e indica uma ação barata para comprar

25 de maio de 2022 - 13:05

O PIX não é um vilão para o mercado de cartões e está ganhando espaço principalmente das transações em dinheiro, de acordo com os analistas do banco

FUTURO BATE À PORTA

Pagar conta com criptomoeda? A Visa mostra que é possível: uso de cartão em bitcoin (BTC) explode e atinge US$ 2,5 bilhões no trimestre

31 de janeiro de 2022 - 18:29

Em julho, a empresa norte-americana havia informado que o uso do plástico vinculado a criptomoedas atingiu US$ 1 bilhão nos primeiros seis meses do ano passado

DE OLHO NA OPERAÇÃO

XP (XPBR31) e Inter (BIDI4) sobem embalados pelas prévias operacionais; Goldman Sachs vê potencial de alta de 116,5% em ações da XP

11 de janeiro de 2022 - 16:49

Papéis do Banco Inter (BID4) têm dia de volatilidade alta, XP (XPBR31) sobe com força após publicação de dados operacionais favoráveis

Banco digital

Nubank baixa a pedida do IPO e agora pode chegar à bolsa valendo até US$ 41 bilhões

30 de novembro de 2021 - 10:19

Para convencer os investidores a comprar as ações, o Nubank reduziu a faixa de preço por ação sugerida no IPO em aproximadamente 20%

Cartões

Santander avança em cisão da Getnet com registro na Nasdaq

27 de setembro de 2021 - 13:17

A empresa de maquininhas de cartão passará a ser negociada na bolsa de forma separada do Santander e obteve aval em agosto para listar certificados de ações (units) na B3

Momento ruim

Dinheiro de volta? Méliuz (CASH3) tem queda de dois dígitos após balanço do segundo trimestre – Veja por quê

16 de agosto de 2021 - 13:49

Ação mais que triplicou de valor somente este ano, mas números de hoje mostraram alguns problemas nos resultados operacionais da empresa

Aposta em diversificação

Ação da XP sobe após prévia do 2º trimestre, que tem evolução no crédito como destaque

20 de julho de 2021 - 15:28

Carteira da instituição financeira cresceu 43% em três meses, chegando a R$ 6,8 bilhões ao final de junho, e transações com cartões chegaram a R$ 2,1 bilhões

Comida mais cara

Covid e inflação acentuam perda do poder de compra do cartão alimentação, revela Fipe

13 de julho de 2021 - 7:13

Levantamento foi feito com base nos dados da Alelo entre janeiro de 2018 e maio de 2021, e no valor da cesta básica medido pelo Dieese

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar