Menu
2019-03-06T13:05:31-03:00
Estadão Conteúdo
desaceleração global

BC do Canadá decide manter taxa básica de juros em 1,75%

Banco Central canadense projeta que o país esteja passando por uma “desaceleração temporária” no fim de 2018 e início deste ano puxada pela queda nos preços do petróleo

6 de março de 2019
13:05
Bandeira do Canadá com dinheiro
Imagem: Shutterstock

O Banco Central do Canadá decidiu nesta quarta-feira manter sua taxa básica de juros em 1,75%, com o quadro global desacelerando e as perspectivas domésticas levando os dirigentes a mostrarem mais cautela sobre o ritmo de altas futuras. Segundo a instituição, porém, as perspectivas da economia no mundo devem ser impulsionadas, caso conflitos comerciais sejam resolvidos, em referência às negociações entre Estados Unidos e China.

O BC canadense projeta que o Canadá esteja passando por uma "desaceleração temporária" no fim de 2018 e início deste ano, principalmente por causa da queda nos preços do petróleo em 2018. A desaceleração no quarto trimestre, contudo, foi mais acentuada que a esperada.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

mercado atento

Risco fiscal no Brasil ‘está em toda a parte’, diz José Júlio Senna

Chefe do Centro de Estudos Monetários do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) diz que “a Bolsa de São Paulo, em dólar, é um vexame”

demandas em meio à crise

Concessões no crédito livre sobem 0,5% em agosto, revela BC

Em agosto, no crédito para pessoas físicas, as concessões subiram 2,1%, para R$ 153,3 bilhões. Em 12 meses até agosto, há alta de 3,0%.

análise

Duratex pode subir 22%, diz Goldman Sachs: ‘Melhor trimestre em 10 anos’

Analistas do banco veem alta demanda em todas as áreas de atuação da empresa, impulsionada pela retomada do mercado imobiliário no País; ação sobe 6% nesta segunda

EXILE ON WALL STREET

TINWO: carta a um jovem investidor

Investimento tem seu próprio momento de maturação; para amadurecê-lo, não há como apressar sua seiva

K-POP NA BOLSA

Agência de K-pop Big Hit faz oferta de ações na bolsa e deixa membros do BTS multimilionários

A companhia, que captou mais de US$ 820 milhões e fará a sua estreia no índice KOSPI em outubro, pretende pegar carona na popularidade crescente de suas estrelas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements