2019-04-30T15:14:03-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Depois do lucrão

‘Um bom começo’: veja como os analistas reagiram ao balanço do Bradesco

O resultado de mais de R$ 6 bilhões foi bem recebido pelos analistas que cobrem o banco, mas não foi suficiente para animar os investidores na bolsa

25 de abril de 2019
13:33 - atualizado às 15:14
Tela do site do Bradesco
Tela do site do Bradesco - Imagem: Shutterstock.com

O lucro de R$ 6,238 bilhões registrado pelo Bradesco no primeiro trimestre deste ano encheu os olhos dos analistas que cobrem o banco. O resultado foi 22,3% maior do que no mesmo período do ano passado e ficou acima da média das projeções do mercado de R$ 6,020 bilhões, de acordo com a Bloomberg.

Mas nem o lucrão nem a rentabilidade de 20,5% do banco nos três primeiros meses do ano foram suficientes para animar os investidores. As ações preferenciais (PN) do Bradesco (BBDC4) eram negociadas em queda de 1,37%, cotadas a R$ 35,16 por volta das 13h10 (atualização: no fechamento, as ações fecharam em alta de 1,18%). Confira também nossa cobertura completa de mercados.

No geral, os analistas se surpreenderam positivamente com os resultados da área de seguros do banco, mas chamaram a atenção para a receita mais fraca com a cobrança de tarifas e serviços, além do aumento mais forte das despesas.

Leia a seguir qual foi a leitura dos analistas sobre os resultados do Bradesco e a recomendação para as ações:

BTG Pactual - Um bom começo de ano

Recomendação: compra

Preço-alvo: R$ 43,00

"O Bradesco registrou bons resultados, principalmente considerando que o PIB do Brasil provavelmente caiu em relação ao trimestre anterior."

"Outro destaque positivo do trimestre foi novamente a qualidade dos ativos. A inadimplência melhorou 0,24 ponto percentual no trimestre e 1,1 ponto em 12 meses, para 3,27%, com melhora em todas as principais linhas de crédito."

Itaú BBA - Começo forte: na trilha para atingir as metas do ano

Recomendação: outperform (compra)

Preço-alvo: R$ 45,00

"Não apenas o lucro do Bradesco foi bom, mas a qualidade dos números nos surpreendeu, com resultados limpos e boas tendências operacionais."

"A margem financeira foi uma surpresa negativa, mas principalmente em razão resultados mais fracos na tesouraria. As receitas com tarifas também ficaram um pouco abaixo das nossas expectativas."

Safra - desempenho muito forte em seguros

Recomendação: outperform (compra)

Preço-alvo: R$ 36,70

"Os resultados de seguros foram bastante fortes e atingiram R$ 3,8 bilhões, um crescimento de 22,4% em relação ao mesmo período do ano anterior e 27,8% acima de nossas estimativas."

"No geral, acreditamos que os resultados do Bradesco foram mistos, com a área de seguros compensando o desempenho ligeiramente mais fraco da divisão bancária (com atenção às receitas com serviços e despesas operacionais)."

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies