Menu
2019-09-26T12:22:17-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Mercado de capitais

Omega sobe na bolsa após captar R$ 830,7 milhões em oferta de ações

Os papéis da empresa de energia renovável saíram a R$ 30,00 na operação, o que representa um desconto de 5,66% em relação à cotação de fechamento na bolsa ontem

26 de setembro de 2019
12:22
Omega Geração
Imagem: Divulgação

As ofertas de ações continuam a todo vapor na B3. Ontem foi a vez da empresa de geração de energia renovável Omega fechar uma captação de R$ 830,8 milhões.

Mas assim como em outras ofertas recentes, a Omega precisou aceitar um desconto razoável. Os papéis da companhia (OMGE3) saíram a R$ 30,00, ou 5,66% abaixo da cotação de fechamento na bolsa ontem.

O lote de extra de ações não foi vendido, um sinal de que demanda dos investidores não foi tão forte, pelo menos não no preço pretendido pela empresa.

De todo modo, as ações da Omega reagem bem ao sucesso da operação e eram negociadas a R$ 32,50 por volta das 12h desta quinta-feira, em alta de 2,20%. Leia também nossa cobertura completa de mercados.

A oferta de ações foi exclusivamente primária, ou seja, os recursos vão para o caixa da companhia, que pretende usar os recursos para fazer aquisições de ativos de geração de energia elétrica operacionais.

Os bancos Bank of America Merrill Lynch, Credit Suisse, BTG Pactual, XP Investimentos e Santander foram os coordenadores. Assim como quase todas as ofertas realizadas neste ano, a da Omega foi realizada conforme a regra que dispensa o registro prévio na CVM, desde que limitada a até 50 investidores profissionais – que possuem pelo menos R$ 10 milhões.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

BANCÕES EM ALTA

Lucro do Banco do Brasil sobe 44,7% no 1º trimestre e atinge R$ 4,9 bilhões

O Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido ajustado de R$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 44,7% maior que os R$ 3,4 bilhões reportados em igual período de 2020 e 32,9% superior ao resultado obtido nos últimos três meses do ano passado. “O lucro recorde para um trimestre é resultado de uma estratégia […]

Vol é vida?

Lucro líquido da B3 cresce 22,5% e atinge R$ 1,25 bi no 1º trimestre

O lucro líquido recorrente atingiu R$ 1,4 bilhão, alta de 15,5% frente ao mesmo período do ano passado e de 15,2% na comparação com o trimestre anterior

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Carnaval fora de época da Ambev e mais…

O varejo tem várias datas importantes: dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia dos namorados, Black Friday, Natal… Há uma data comemorativa em quase todos os meses, e todas são aguardadas com ansiedade pelo setor — afinal, qualquer impulso nas vendas é bem vindo. Pois para a Ambev, a coisa funciona um […]

FECHAMENTO DO DIA

Balanços e commodities metálicas ditam o ritmo e Ibovespa fecha em alta; dólar volta à casa dos R$ 5,20

Com a agenda de indicadores fracas e um Copom sem grandes surpresas, os investidores se debruçaram nos números do trimestre e no novo recorde do minério de ferro.

Queda no apetite

Fed sinaliza risco de tombo nos preços de ativos em relatório de estabilidade

O banco central dos EUA demonstrou preocupação com um possível declínio no apetito ao risco dos investidores norte-americanos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies