Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-07-25T14:20:56-03:00
Estadão Conteúdo
fazendo as contas

Conta de viagens internacionais registra déficit de US$ 1,150 bi em junho

Desempenho da conta de viagens internacionais foi determinado por despesas de brasileiros no exterior, que somaram US$ 1,524 bilhão em junho

25 de julho de 2019
14:20
Avião nos céus
Avião nos céus - Imagem: Shutterstock

A conta de viagens internacionais voltou a registrar déficit em junho, informou o Banco Central nesta quinta-feira, 25. No mês passado, a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no Brasil foi de um saldo negativo de US$ 1,150 bilhão. Em igual mês de 2018, o déficit nessa conta foi de US$ 1,109 bilhão.

O desempenho da conta de viagens internacionais foi determinado por despesas de brasileiros no exterior, que somaram US$ 1,524 bilhão em junho. Já o gasto dos estrangeiros em passeio pelo Brasil ficou em US$ 374 milhões no mês passado.

No primeiro semestre, o saldo líquido da conta de viagens ficou negativo em US$ 5,730 bilhões. Para 2019, o BC estima um déficit de US$ 12,0 bilhões.

Dívida externa bruta

A estimativa do Banco Central para a dívida externa brasileira em junho é de US$ 321,227 bilhões. Segundo a instituição, o ano de 2018 terminou com uma dívida de US$ 320,612 bilhões.

A dívida externa de longo prazo atingiu US$ 251,133 bilhões em junho, enquanto o estoque de curto prazo ficou em US$ 70,094 bilhões no fim do mês passado.

Fluxo comercial em julho

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, informou que o fluxo cambial total no País está negativo em US$ 1,677 bilhão em julho até o dia 23. A cifra é resultado de um fluxo comercial negativo de US$ 1,176 bilhão e de um fluxo financeiro negativo de US$ 501 milhões no mesmo período.

Na conta comercial, ocorreram em julho até o dia 23 importações de US$ 10,868 bilhões e exportações de US$ 9,692 bilhões. Dentro das exportações foram US$ 1,644 bilhão de Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,073 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 4,975 bilhões em demais operações. Dentro da conta financeira, ocorreram no período entradas de US$ 39,218 bilhões e saídas de US$ 39,719 bilhões.

Com o movimento verificado em julho, até o dia 23, a posição dos bancos no mercado à vista passou de vendida em US$ 30,867 bilhões no fim de julho para vendida em US$ 32,327 bilhões agora.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: mundo monitora avanço da variante ômicron da covid-19 em semana de Livro Bege e PIB brasileiro

Além disso, os contornos da disputa política de 2022 começam a ficar mais claros com a entrada de mais candidatos ao pleito

OMS ALERTA

Variante Ômicron representa risco global ‘muito elevado’ e é provável que se espalhe

OMS emitiu hoje um informe técnico sobre a cepa do coronavírus causador da covid-19 recentemente descoberta na África do Sul

MULTIFACETADO

‘Genial e visionário’: Virgil Abloh, diretor artístico da Louis Vuitton, morre aos 41 anos depois de luta contra forma rara de câncer

Estilista norte-americano ganhou notoriedade como diretor criativo do rapper Kanye West e fez história na LVMH

SELEÇÃO DE ATIVOS

13º salário de 2021 cai na conta até amanhã! Veja onde investir se você tem perfil conservador

Consultamos especialistas e o veredito é unânime: no cenário atual o que não faltam são oportunidades, mesmo para os investidores menos inclinados ao risco

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies