Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-02-28T15:21:30-03:00
Estadão Conteúdo
Banco Central

Em janeiro, houve resgate de dívida mobiliária pelo Tesouro, diz BC

Com os resgates, o Banco Central precisou elevar sua atuação em operações compromissadas, para enxugar o excesso de liquidez

28 de fevereiro de 2019
15:21
Fachada do Banco Central do Brasil (BC)
Imagem: Arnaldo Jr./Shutterstock

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, destacou nesta quinta-feira, 28, que, em janeiro, houve resgate da dívida mobiliária pelo Tesouro Nacional. Este resgate fez com que a Dívida Mobiliária do Tesouro Nacional caísse de 48,3% do Produto Interno Bruto (PIB), em dezembro, para 47,0% do PIB, em janeiro.

Com os resgates, o Banco Central precisou elevar sua atuação em operações compromissadas, para enxugar o excesso de liquidez. Com isso, o estoque de operações compromissadas do BC passou de 16,4% do PIB em dezembro para 17,9% do PIB em janeiro.

Estes dois movimentos em sentidos opostos - um de redução, outro de aumento - contribuíram para que a Dívida Bruta do Governo Geral ficasse estável de dezembro para janeiro, em 76,7% do PIB.

Rocha esclareceu ainda que o fato de o setor público ter registrado superávit primário em janeiro, de R$ 46,897 bilhões, tem impacto sobre a dívida ao longo do tempo - e não necessariamente no próprio mês de janeiro.

Mudança

Rocha chamou ainda atenção, durante coletiva à imprensa, para uma mudança promovida pelo BC nas Estatísticas Fiscais, sem impacto sobre os dados. A partir de agora, os números sobre os títulos de dívida negociados no mercado doméstico, que estão nas mãos de estrangeiros, passam a ser apresentados separadamente nas estatísticas. "Até janeiro, tínhamos uma linha de dívida mobiliária do Tesouro, com toda a dívida, independentemente dos detentores. A partir de agora, separamos essa parte da dívida que está na mão de não residentes", disse.

Elasticidade

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central apresentou a elasticidade da Dívida Líquida do Setor Público (DLDP) ante o PIB em relação às variáveis que interferem em seu resultado. No caso do câmbio, cada 1% de variação tem impacto imediato de 0,15 ponto porcentual (pp) em sentido oposto, o que equivale a R$ 10,2 bilhões.

No caso da Selic, cada 1 pp de alteração mantida por 12 meses tem reflexo de 0,43 pp na DLSP/PIB no mesmo sentido, o que representa R$ 29,6 bilhões em valores correntes.

Já cada alta ou baixa da inflação (basicamente IPCA) de 1 pp mantido por 12 meses tem impacto de 0,14 pp no mesmo sentido na DLDP/PIB, ou R$ 10,0 bilhões em valores nominais.

Rocha também mostrou a elasticidade da Dívida Bruta do Governo Geral (DBGG) ante o PIB em relação às variáveis que interferem em seu resultado. No caso do câmbio, cada 1% de variação tem impacto imediato de 0,08 ponto porcentual (pp) em sentido oposto, o que equivale a R$ 4,1 bilhões.

No caso da Selic, cada 1 pp de alteração mantida por 12 meses tem reflexo de 0,41 pp na dívida bruta no mesmo sentido, o que representa R$ 28,1 bilhões em valores correntes.

Já cada alta ou baixa da inflação (basicamente IPCA) de 1 pp mantido por 12 meses tem impacto de 0,15 pp no mesmo sentido na dívida bruta, ou R$ 10,1 bilhões em valores nominais.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Casamento legal

Cade mantém aprovação de compra de fatia da BRF (BRFS3) pela Marfrig (MRFG3)

A conselheira que havia pedido a reabertura da análise da operação mudou de posição e desistiu da reavaliação

SEGURADORA EM APUROS

Vítima de ataque cibernético, Porto Seguro (PSSA3) diz ter restabelecido canais após quase uma semana de instabilidade

Corretores ouvidos pela reportagem disseram que, nos últimos dias, os sistemas da seguradora apresentaram problemas

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies