Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-22T19:57:35-03:00
Estadão Conteúdo
Mudanças à vista

Campos Neto: Independência do BC no Brasil deve ser votada em algumas semanas

Durante seu discurso, o presidente do Banco Central disse que o Brasil está muito perto de alcançar a independência jurídica do BC e que os mandatos dos presidentes não vão coincidir com o da República

22 de novembro de 2019
19:57
20/08/2019 Cerimônia de Lançamento do IPCA para Crédito Imobi
Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. - Imagem: Alan Santos/PR

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que o projeto de independência do BC no País deve ser votado "em algumas semanas". A informação foi dada durante em evento na Cidade do México em comemoração dos 25 anos da autonomia do Banco Central mexicano e que tinha, como tema principal, a independência dos BCs.

Durante seu discurso, Campos Neto disse que o Brasil está muito perto de alcançar a independência jurídica do BC e que os mandatos dos presidentes não vão coincidir com o do presidente da República.

Campos Neto começou sua apresentação no evento no México contando a história da criação do Banco Central do Brasil, por seu avô, o economista Roberto Campos, em 1964. Ele contou uma história dizendo que Roberto Campos foi conversar com o então presidente do Brasil, Humberto Castelo Branco, sobre a criação do BC brasileiro e ouviu do dirigente: "é importante um BC para ser o guardião do dinheiro", no que Campos respondeu: "Eu sou o guardião do dinheiro".

Depois, citando as evidências de estudos econômicos em países emergentes, Campos Neto acrescentou que um BC independente produz inflação baixa e estável. "Quando o mercado tem a sensação de que o BC tem credibilidade a curva de juros fica menos inclinada. Quando há percepção de que o BC está perdendo essa credibilidade, os prêmios de risco sobem e a curva empina. Só se consegue flexibilizar política monetária de forma sustentável se houver credibilidade do BC, ressaltou Campos Neto.

Nesse sentido, Campos Neto disse que a autonomia do BC incentiva o investimento privado. "Implementar a autonomia vai fortalecer esse processo."

Tecnologia

No fim do seu discurso, o presidente do BC, que foi apresentado no evento como um entusiasta das mudanças tecnológicas, falou sobre as transformações que a tecnologia está implementando no sistema financeiro no mundo. "Estamos muito perto de importantes transformações na intermediação financeira", disse ele, observando que a tecnologia pode provocar mudanças disruptivas no setor financeiro.

Campos Neto completou que os governos não são tão rápidos quanto os avanços na tecnologia e, quanto mais independente o BC for, com mais velocidade vai conseguir acompanhar as mudanças tecnológicas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Mercados Hoje

Evergrande alivia pressão dos mercados e Ibovespa opera em alta de olho na ‘Super Quarta’; dólar também avança

O Ibovespa pega carona na recuperação internacional após a gigante do setor imobiliário Evergrande acalmar os mercados

Oportunidades

Conheça 7 ações com potencial de valorização diante da queda do Ibovespa – e 5 investimentos para não pagar imposto

É tolice cair no desespero de vender ações na baixa do Ibov, afinal, histórico da Bolsa mostra que nenhuma crise venceu a bolsa no longo prazo; dito isso, o Seu Dinheiro apresenta para você oportunidades que você deve ficar de olho

Operação concluída

Totvs (TOTS3) levanta R$ 1,44 bilhão em oferta subsequente de ações

Precificada a R$ 36,75 por ação, oferta restrita da Totvs tem leve desconto em relação ao fechamento de ontem

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro opera em alta puxado pelo exterior positivo em dia de ‘Super Quarta’; dólar abre em queda

A recuperação das bolsas hoje pode ser limitada pela cautela até a decisão de grandes BCs, dia conhecido como Super Quarta

ARQUIVADO

CVM faz acordo de R$ 660 mil com BTG Pactual para encerrar processo

Ação da autarquia era relacionada à posição do banco em BDRs da PPLA Participations

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies