Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-08T11:04:42-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
voltando a decolar

Azul sai do prejuízo e registra lucro de R$ 345,5 milhões no 2º trimestre

Resultado mexe positivamente com o mercado. Por volta das 10h50 os papeis PN (AZUL4) da companhia era negociados a R$ 54,40, numa alta de 2,41%

8 de agosto de 2019
10:52 - atualizado às 11:04
Azul
Imagem: Divulgação

A Azul saiu de prejuízo para lucro no segundo trimestre de 2019, segundo balanço divulgado nesta quinta-fera, 8. A companhia aérea encerrou o período de abril a junho com lucro líquido de R$ 345 milhões.

No mesmo período do ano passado, a empresa havia registrado um prejuízo de R$ 791,4 milhões. Os trimestres anteriores foram ajustados para refletir a adoção das novas normas contábeis do IFRS 16.

O resultado mexe positivamente com o mercado. Por volta das 10h50 os papeis PN (AZUL4) da companhia - que desde maio fazem parte da carteira do Ibovespa - eram negociados a R$ 54,40, numa alta de 2,41%. Acompanhe nossa cobertura de mercados desta quinta-feira.

A companhia ainda informou que os passageiros transportados (RPKs) aumentaram em 21,3% frente a um crescimento de 15,5% na capacidade, resultando em uma taxa de ocupação de 84,1%, 4,0 pontos percentuais maior que o apresentado no 2T18.

A Azul também registrou um aumento no custo operacional por assento-quilômetro voado (CASK) de 0,9%. "No final do 2T19, nossa liquidez total foi de R$4,2 bilhões, um aumento de R$371,1 milhões, representando 42% da receita dos últimos doze meses", diz a companhia.

A frota operacional da Azul totalizou 130 aeronaves, incluindo 29 aeronaves de nova geração, que representaram 39% da capacidade total.

Outros números

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 733,2 milhões, alta de 40,4% sobre os R$ 522,2 milhões do segundo trimestre de 2018.

O Ebit, resultado operacional da Azul, somou R$ 339,9 milhões, 69,9% superior aos R$ 200,1 milhões no mesmo período do ano passado,com margem de 13,0%, ante 10,0%.

A receita líquida cresceu 31% para R$ 2,617 bilhões, de R$ 1,994 bilhão antes. O resultado financeiro líquido foi uma despesa 96,1% menor, para R$ 42,4 milhões.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Black Friday em números

Varejo cresce 6,3% na Black Friday e vê crescimento de lojas virtuais com e-commerce aquecido; confira dados

Apesar do aumento em relação à Black Friday de 2020, o patamar de faturamento do varejo foi 9,1% inferior ao registrado em 2019

Desdobramentos da crise

Presidente da Latam, Roberto Alvo diz que recusou oferta ‘incompleta’ e ‘insuficiente’ da Azul

O conteúdo dela é confidencial”, afirmou, em entrevista coletiva. Procurada, a Azul não quis comentar

Solana no MB

Exclusivo: Solana (SOL), 5ª maior criptomoeda do mundo, chega Mercado Bitcoin com alta de mais de 12.000% no ano

A quinta maior criptomoeda do mundo vem conquistando o mercado porque se coloca como uma blockchain alternativa ao ethereum (ETH)

Pandemia em curso

Variante ômicron da covid-19 já está em dez países, mas chefe da associação médica da África do Sul vê “sintomas médios” da doença em estudo preliminar

Até o fechamento desta matéria, não haviam informações sobre infecções por essa variante da covid-19 nas Américas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies