Menu
2019-04-16T19:28:06-03:00
Estadão Conteúdo
Vizinho em crise

BC da Argentina congela banda cambial e impõe teto ao peso até o fim deste ano

Anteriormente, o BC argentino atualizava diariamente a banda cambial, mas a partir de agora valerá até o fim do ano o que vigorava nesta terça-feira

16 de abril de 2019
19:28
Peso argentino
Peso argentino - Imagem: Shutterstock

O Banco Central da Argentina (BCRA) anunciou nesta terça-feira mudanças em seu esquema monetário, congelando a banda cambial para o peso e, com isso, impondo um teto à moeda até o fim deste ano. A instituição disse que a zona de não intervenção para o câmbio estará entre 39,75 e 51,45 pesos por dólar até fim de 2019.

Anteriormente, o BC argentino atualizava diariamente a banda cambial, mas a partir de agora valerá até o fim do ano o que vigorava nesta terça-feira, 16. O ajuste foi anunciado durante a apresentação do Informe de Política Monetária do BCRA, após o dado de inflação ao consumidor de hoje.

O presidente do BC da Argentina, Guido Sandleris, enfatizou que o câmbio continua a ser flutuante no país. Além disso, anunciou outras duas novidades: o BC a partir de agora deixará de comprar divisas abaixo do piso da zona de não intervenção, até 30 de junho; e a instituição pretende impulsionar a concorrência no setor bancário, para conseguir que as taxas de referência sejam mais bem transmitidas para o restante do sistema.

O índice de preços ao consumidor da Argentina subiu 4,7% em março ante fevereiro, acima da previsão de 4,0% dos analistas ouvidos pela Trading Economics. "O aumento que vimos nos três meses do ano foi um fenômeno transitório e falta muito pouco para que ela retome uma trajetória descendente", afirmou Sandleris, que atribuiu a alta recente dos preços à elevação de tarifas públicas no início do ano e suas consequências, bem como à desvalorização do peso desde o fim de fevereiro. A autoridade lembrou que analistas do setor privado em geral também projetam desaceleração dos preços de agora em diante.

O ano na Argentina é de alta inflação e também de recessão econômica, ao menos por ora. Nesse quadro, o presidente Mauricio Macri pretende buscar a reeleição no fim de outubro, tendo como a provável principal concorrente a ex-presidente Cristina Kirchner. As pesquisas em geral preveem uma disputa acirrada entre a dupla.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Sem concentração?

Vivo, TIM e Claro defendem compra da Oi

As empresas encaminharam ao Cade respostas às críticas que sofrem de outros agentes do setor de telecomunicações causadas pela transação entre elas

Fenômeno da internet

O ataque dos memes: Conheça 5 ações de empresas “quebradas” que mexem com Wall Street

O caso mais famoso foi o da GameStop, mas outras empresas que não contam com fundamentos sólidos vêm passando por movimentos de valorização estimulados por fóruns de internet

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies